ARSENAL de Marinha realiza docagem e flutuação do NPa “Maracanã”

O Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ) realizou, no dia 11 de dezembro, a docagem do casco 137, futuro Navio Patrulha (NPa) “Maracanã”, no Dique Almirante Régis, com o propósito de promover a flutuação. Para garantir o êxito dessa etapa, a manobra foi precedida de serviços, inspeções e testes para garantir a estanqueidade do casco. Foram realizadas inspeções de solda das uniões do chapeamento do casco, dos tanques e da proteção catódica e pintura, além da reinstalação das válvulas de costado e fundo e tamponamento de aberturas nas obras vivas.

.: Leia também: EMGEPRON quer exportar novo navio-patrulha 500-BR para África, América do Sul e Ásia

O NPa “Maracanã” começou a ser construído pelo Estaleiro Ilha S.A (EISA). Mas, no final de 2015, o estaleiro encerrou operações e demitiu cerca de três mil funcionários, na Ilha do Governador.  Coube ao AMRJ finalizar a embarcação. A flutuação ocorreu com sucesso em 12 de dezembro. A próxima fase consiste na atracação do casco no Cais Sul do AMRJ, dando início à fase de delineamento e verificação de todos os sistemas de bordo a fim de definir o estágio em que se encontra a montagem do meio naval.

A retomada da construção do navio patrulha está prevista para este ano. O NPa “Maracanã” possui 54,2 metros de comprimento e deslocamento de 500 toneladas, sendo pertencente à Classe Macaé, que já possui duas unidades em operação na Marinha do Brasil: o “Macaé” (P70) e o “Macau” (P71).

 Fonte: Marinha

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

3 Comentários

Leave A Reply