ARTIGO: Os soldados desconhecidos

A participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial deve ganhar mais presença nos currículos escolares do ensino médio e básico do Brasil.

É inacreditável que o esforço de milhares de brasileiros, muitos arregimentados entre as classes mais humildes, homens sem a vivência do frio sob o qual tiveram que batalhar, homens de pouca instrução, que se agigantaram e sob o comando seguro de nossos oficiais ajudaram o mundo a livrar-se da ameaça do Nazismo.

.: Leia também: SEGUNDA GUERRA: Conheça a história dos pilotos brasileiros que combateram na Itália

Na Itália, onde foi o nosso teatro de batalha, a participação brasileira é lembrada e louvada até hoje, como podemos ver na reportagem que publicamos no site. Os descendentes dos italianos que suportaram as asperezas trazidas por uma guerra disputada dentro de suas cidades, por vezes dentro de suas residências, reconhecem na tropa brasileira exemplos de bravura, de disposição e de respeito. Um desses italianos disse-me em uma cerimônia para comemorar a batalha de Monte Castelo: “a tropa brasileira foi a única que respeitou a família italiana”. Todos nós sabemos ao que ele se referia, todos sabemos os horrores a que são submetidas as famílias e o civis em geral durante as guerras.

Além disso, a nossa Marinha, a nossa Aeronáutica também se destacaram defendendo os navios com bandeira brasileira e lutando nos céus da Itália. É de se lembrar, que nossos pilotos realizaram um número muito maior de missões do que os de outro países, visto que por ser o grupo pequeno eles eram obrigados a voar mais vezes.

Todo esse sacrifício começou a ser esquecido no dia mesmo do desfile da vitória no Rio de Janeiro. Um belo monumento marcando a participação de nossos pracinhas existe no Aterro do Flamengo. Lá está o mausoléu homenageando os que morreram e amplos painéis detalhando as principais batalhas.

Pois bem, esse monumento não consta de nenhum guia de turismo da cidade, é pouco visitado pelas escolas, não há o menor incentivo para aumentar a sua visitação.

Hoje vivemos um momento de perplexidade no país. As notícias liberadas sobre a corrupção em nosso governo, fazem o brasileiro cético a respeito da capacidade do nosso Estado de conduzir a nação a bom termo.

Precisamos mais que nunca termos consciência do país que somos, do que já construímos como nação, do respeito que granjeamos no mundo civilizado. Não podemos deixar que a desmoralização decorrente da conduta irresponsável e criminosa de vários líderes de nossa população ofusque o sangue que já se derramou, o suor que já se verteu, para que essa nação chegasse até aqui.

Lembrar para nossas crianças e manter firme em nossas lembranças o papel que desempenhamos na Segunda Grande Guerra sem dúvida é uma justiça aos nossos heróis combatentes. E formam o lastro histórico que precisamos para continuarmos a levar o Brasil adiante.

Por: José Carlos Mattos
Editor do site Indústria de Defesa & Segurança

Newsletter

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply