ASTROS 2020 fomenta economia do entorno do DF

Fonte: EB//

A construção do Forte de Santa Bárbara, célula mater da Artilharia de Mísseis e Foguetes do Exército Brasileiro (EB), fomenta a economia de Formosa (GO). O prefeito da cidade vê com otimismo a presença do EB na região. “A vinda do Forte Santa Bárbara para cá aumentará a quantidade de militares no município, e isso não só influenciará na economia, como também é uma oportunidade de celebração de convênios e de maior participação do Exército na vida da cidade”, essa é a percepção do prefeito de Formosa, Ernesto Roller.

.: Leia também: Projetos ASTROS 2020 entrega 2º lote com 11 viaturas

Forte de Santa Bárbara3Segundo o Capitão da Reserva Sebastião Spíndola Júnior, Chefe da Fiscalização da construção do Forte Santa Bárbara e integrante da Comissão Regional de Obras da 11ª Região Militar (CRO/11), sua equipe atua sobre aquilo que as empresas contratadas executaram nas obras. Tendo como base o projeto realizado pela CRO/11, todas as fases são acompanhadas, incluindo a parte administrativa, referente a operários das empresas contratadas. Atualmente duas empresas executam as obras no Forte, a Vento Sul Engenharia e a Ômega Engenharia, que, juntas, somam cerca de 150 homens trabalhando dia a dia, para a conclusão dessa parte do Programa Astros 2020.  Destaca-se que boa parte da mão de obra é proveniente da cidade de Formosa.

As obras tiveram início há quatro anos, desde a infraestrutura até os edifícios do Centro de Logística de Misseis e Foguetes, do Centro de Instrução de Artilharia de Misseis e Foguetes (ambos previstos para serem entregues neste ano) e do 16º Grupo de Misseis e Foguetes (previsão de conclusão em 2019). Além disso, existe uma licitação para a construção do Comando de Artilharia e da Base Administrativa do Comando de Artilharia (com previsão de serem iniciados ainda em 2017). Já foram entregues três blocos de apartamentos (Próprios Nacionais Residenciais – PNR) e um Paiol de Misseis e Foguetes.

Para o Tenente-Coronel Elson Lyra Leal, Comandante do 6º Grupo de Misseis e Foguetes (6º GMF), o Programa Astros 2020 visa dotar a Força Terrestre de capacidade de lançamento de mísseis e foguetes guiados. “Para nossa organização militar, significou sair da Era Industrial para a Era Digital. Nossos equipamentos, que eram da década de 1990, foram todos repotencializados, e nós temos, atualmente, duas versões do Astros (MK3M e MK6). Essas versões são compatíveis com foguetes e mísseis, ou seja, de uma mesma plataforma, podemos lançar os foguetes da família Astros e o Míssil Tático de Cruzeiro, sem necessidade de adaptações, explicou o Comandante.

Forte de Santa Bárbara4Hoje, cerca de 600 militares atuam em Formosa e esse número poderá chegar a 2.000, quando o Forte Santa Bárbara estiver pronto. “O impacto é muito positivo para a cidade, porque muitos de nossos familiares acabam obtendo emprego na região. Além disso, utilizamos as escolas e o comércio, e tudo isso faz girar a economia local. Temos, também, a sessão de licitação e contratos, que realiza negócios na cidade, de modo que a região acaba crescendo junto com o Programa Astros 2020”, considera o Comandante do 6º GMF.

A construção do Forte Santa Bárbara mudou a vida da família do topógrafo Markson Soares da Silva, que é de São Domingos (GO). Por causa da construção do Forte, mudou-se para Formosa, vindo a comprar uma casa no município. “Para mim foi uma grande oportunidade, porque estava desempregado e são poucas as oportunidades de emprego na região”, considera o funcionário de uma das empresas que atuam na construção.

ASTROS 2020
O Programa Astros 2020 está orçado em R$ 1,2 bilhão e envolve a ampliação, reestruturação e reorganização de todo o sistema Astros existente no Exército Brasileiro. Dessa forma, o atual grupo será expandido para uma grande unidade denominada “Forte Santa Bárbara”, que também abrigará um Centro de Formação em Mísseis e Foguetes, novos depósitos, paióis e outras inúmeras facilidades administrativas. Os Astros mais antigos existentes, e seus veículos de apoio e comando, operados pela unidade, serão retrofitados e atualizados para o padrão 2020, conforme previsto em contrato.

O Projeto ASTROS 2020 contém no seu escopo e estrutura as seguintes etapas: – criação e implantação de: uma Unidade de Mísseis e Foguetes; um Centro de Instrução de Artilharia de Mísseis e Foguetes; um Centro de Logística de Mísseis e Foguetes; uma Bateria de Busca de Alvos; paióis de munições; e uma Base de Administração e Campo de Instrução de Formosa (CIF); – modernização do atual 6º Grupo de Lançadores Múltiplos de Foguetes, transformando-o em 6º Grupo de Mísseis e Foguetes; – desenvolvimento de dois novos armamentos: o foguete guiado, utilizando-se a concepção do atual foguete SS 40, da família de foguetes do sistema ASTROS II, em uso pelo Exército Brasileiro, e o míssil tático de cruzeiro com alcance de 300 km; e – construção de Próprios Nacionais Residenciais (PNR) e outras instalações necessárias ao bem-estar da família militar na Guarnição de Formosa (GO).

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply