BID: Lançamento do primeiro protótipo do míssil antinavio MANSUP será em outubro, revela Siatt

O primeiro protótipo do Míssil Antinavio Nacional – MANSUP está programado para outubro de 2018, revelou a empresa especializada na integração de sistemas de alto teor tecnológico Siatt. Na última terça, 10, a empresa concluiu os testes finais e entrega à Marinha do Brasil dos três subsistemas do míssil: Compartimento de Vante; Compartimento de Ré e Cabeça de Combate Inerte.

.: Leia também: Comandante da Marinha fala sobre Sea Gripen, Mansup e porta-aviões SP

O Compartimento de Vante é o terceiro subsistema do MANSUP, versão de Superfície. Ele engloba o Computador de Guiagem, que controla todo o Sistema de Guiagem, Navegação e Controle do míssil, e dois importantes sensores utilizados como referência para este sistema: uma Unidade de Navegação Inercial, também conhecida como Plataforma Inercial, fornecida pela própria Marinha do Brasil, e um Altímetro, que realiza medidas da altitude de voo do míssil em relação ao nível do mar. O subsistema engloba ainda um conjunto de baterias que garante a alimentação elétrica de seus circuitos durante todo o período de voo livre do míssil.

MANSUP Siatt

Localizado na extremidade traseira do míssil, o Compartimento de Ré é parte integrante do seu SGNC – Sistema de Guiagem, Navegação e Controle. Contém as superfícies aerodinâmicas móveis (profundores) que realizam as mudanças da direção de voo do armamento, os atuadores (motores) que movimentam tais superfícies, uma bateria e dispositivos que realizam a interface com o lançador do navio.

Já a Cabeça de Combate Inerte (CCI) do MANSUP engloba um Transmissor de Telemetria, responsável pela transmissão de dados de voo do míssil durante seu lançamento. Recebidos por uma estação de recepção de telemetria, tais dados possibilitam análise e avaliação do funcionamento do armamento desde o início da sequência de disparo até o impacto/passagem pelo alvo. A CCI também engloba o DSA – Dispositivo de Segurança e Armar, componente que garante o acionamento dos explosivos do míssil somente a uma distância segura do navio lançador.

Fonte: ID&S

Newsletter

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

1 Comentário

  1. antonio carlos on

    INDÚSTRIA DE DEFESA SOBREVIVENTE DA MÁFIA PT/DILMA 171 ROUSSEF Programa MANSUP prossegue com os heróis do SIATT com o estado brasileiro na beira da falência.. Refugiados da MECTRON tomada pela máfia pt para Clã Odebrecht.