BRASIL E ITÁLIA querem fortalecer parcerias entre indústrias de defesa

Na tarde desta terça-feira (24), em Roma, na Itália, o ministro da Defesa, Silva e Luna, reuniu-se com a ministra da Defesa da Itália, Roberta Pinotti, para discutir parcerias estratégicas em defesa que possam ser de interesse comum para ambos os países. O ministro brasileiro agradeceu a recepção italiana e ressaltou a longa e profícua relação entre os países, parte dela fortalecida durante a Segunda Guerra Mundial, quando o Brasil ajudou na libertação da Itália.

.: Leia também: EMBRAER incorpora empresas Bradar e Neiva

Logo no início de suas palavras, Pinotti destacou e reconheceu o sacrifício brasileiro nas batalhas em solo italiano e ressaltou a importância em fortalecer os laços de amizade entre os países, em particular entre as Forças Armadas brasileiras e italianas.

Durante a reunião foi discutida também a possibilidade de cooperação entre as indústrias de defesa, sobretudo no setor aeronáutico. Foi lembrado que nas décadas de 1970 e 1980, o jato de treinamento e ataque AT-26/EMB-326 Xavante da Força Aérea Brasileira nasceu de uma parceria com a Itália. O modelo era a versão nacional do Aermacchi MB-326.

Também foi falado sobre a parceria no desenvolvimento dos blindados Guaranis, com a empresa brasileira Iveco. As autoridades discutiram ainda a questão da indústria naval, já que existe um interesse italiano em participar da concorrência nacional para a construção das novas corvetas, Classe Tamandaré, da Marinha do Brasil.

Fonte: MD

 

Newsletter

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply