BRASIL negocia compra de 12 helicópteros militares russos, divulga imprensa local

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança//

O Brasil negocia a compra de 12 helicópteros militares da Rússia, divulgou a agência de notícias russa TASS. Segundo a publicação, a informação teria sido dada pelo presidente Michel Temer em entrevista à agência durante sua visita ao país na semana passada. Ainda de acordo com a TASS, Temer teria dito que a negociação está sendo conduzida pelos ministros da Defesa dos dois países. A publicação não divulgou o modelo dos helicópteros. Embora pouco comentado no Brasil, o assunto já foi divulgado pela imprensa russa em julho do ano passado. (Veja notícia abaixo). 

.: Leia também: NEGÓCIOS> Brasil quer importar helicópteros de combate russos

“Temos um acordo sobre a cooperação na esfera da defesa em que a Rússia pode oferecer muito para nós”, ressaltou Temer durante a entrevista. “Durante a recente visita do ministro da Defesa brasileiro que se encontrou com sua homóloga russa, foram discutidas questões bilaterais importantes, em particular, a venda de 12 helicópteros russos”.

.: Leia também: Rússia vai começar a exportar helicópteros Ka-52 em 2017

LANÇAMENTO DE SATÉLLITES
Segundo o presidente brasileiro, além da cooperação militar-técnica, durante as conversações com o líder russo Vladimir Putin, os dois presidentes também discutiram os lançamentos conjuntos de satélites artificiais. “É verdade, temos certas restrições orçamentárias, mas há um interesse considerável”, disse ele, acrescentando que a exploração espacial é muito cara. “No ano passado, o volume de negócios entre nossos dois países diminuiu, enquanto este ano o comércio cresceu 40%, então nossos vínculos comerciais estão crescendo”, ressaltou o presidente.

HELICÓPTEROS DA FAB
A Força Aérea Brasileira (FAB) opera os helicópteros de ataque e transporte Mi-35, produzidos pela fabricante russa Mil Moscow. No Brasil, as aeronaves foram designadas de AH-2 Sabre. Os AH-2 Sabre são os primeiros helicópteros de combate em operação nas Forças Armadas brasileiras e começaram a ser utilizados em 2009. Em novembro de 2014, o esquadrão recebeu os três últimos exemplares da sua frota de doze helicópteros.

Cada AH-2 conta com um canhão de 23 mm capaz de disparar até três mil tiros em um minuto. Para se ter uma ideia, cada tiro de 23mm causa o mesmo impacto de quase 100 tiros de uma arma calibre 7,62mm, como os fuzis utilizados por tropas no solo. Com peso de 12 toneladas, os helicópteros têm blindagens em partes essenciais, como o tanque de combustível. A cabine dos pilotos, além de blindada, também é vedada para o caso de contaminação química ou biológica.

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply