BRASIL é reeleito para o Conselho da Organização Marítima Internacional

O Brasil foi reeleito como membro do Conselho da Organização Marítima Internacional (IMO) por mais um biênio (2018-2019). O Brasil faz parte do conselho desde 1967. Durante o próximo biênio, o Brasil participará da tomada de decisões de relevantes assuntos da Organização, como: a elaboração e aprovação do orçamento da IMO; a execução  e controle do plano de trabalho da Organização; a  aplicação e revisão do Plano Estratégico da IMO; e o processo de escolha  do próximo Secretário Geral. Segundo a Marinha do Brasil (MB), “tais atribuições, de singulares  responsabilidades,  lhe conferem destaque e importância perante os países do Continente Sul Americano,  e entre os Estados Membros da IMO”.

.: Leia também: MARINHA: Brasil deixa cadeira no Tribunal do Mar; Paraguai deve assumir

O Chefe da Delegação do Brasil na Assembleia Geral, Almirante de Esquadra (RM1) Wilson Barbosa Guerra, Representante Permanente do Brasil na IMO (RPB-IMO), acompanhado do Comandante de Operações Navais e próximo RPB-IMO, Almirante de Esquadra  Sergio Roberto Fernandes  dos Santos, e do Diretor de Portos e Costas e Secretário Executivo da Comissão Coordenadora de Assuntos da IMO, Vice-Almirante Wilson Pereira Lima Filho, participaram de  todo o processo de escolha dos membros do Conselho.

ORGANIZAÇÃO MARÍTIMA INTERNACIONAL
A IMO foi criada em 1948, como um organismo especializado na estrutura da  Organização das  Nações Unidas (ONU) com os seguintes propósitos: promover mecanismos de cooperação;  segurança marítima e a prevenção da poluição; remoção dos óbices ao tráfego marítimo. Com sede em Londres, Inglaterra, a IMO conta com 169 Estados Membros e três Membros Associados. Com inf. de Marinha do Brasil

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply