BRASIL se aproxima dos EUA para fortalecer indústria de defesa

Em uma tentativa de ampliar a cooperação em defesa com os Estados Unidos, autoridades brasileiras estiveram nesta semana em Washington para o Segundo Diálogo da Indústria de Defesa Brasil-EUA. O objetivo brasileiro é se posicionar também como um fornecedor para a maior força militar do mundo e fugir da imagem de apenas consumidor. Mas não parece que esse será um trabalho fácil, tendo em vista o teor de um tweet do Departamento de Estado Americano sobre a reunião. “Acreditamos que os esforços em curso do Brasil para transformar suas Forças Armadas oferecem novas oportunidades para que nossos países trabalhem juntos”, publicou a instituição.

 

.: Leia também: Brasil e EUA lançam chamada conjunta para financiar pesquisas em segurança cibernética

Esta foi a primeira iteração entre as autoridades de defesa brasileira com a administração Trump. “O diálogo político-militar dos EUA e do Brasil reflete nosso compromisso compartilhado de fortalecer as relações bilaterais de defesa e segurança. O diálogo abrangeu uma ampla gama de assuntos militares políticos, incluindo esforços contínuos para fortalecer parcerias na cooperação em segurança, comércio de defesa e manutenção da paz”, divulgou em nota os EUA.

Desde 2008, os Estados Unidos aprovaram mais de US$ 1,46 bilhão em produtos de defesa para o Brasil. “Nós também acreditamos que os EUA e o Brasil se beneficiam muito com as parcerias de pesquisa e desenvolvimento com membros da nossa indústria de defesa”, publicou em outro tweet a instituição.

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply