CONJUNTURA> Skarf e Jungmann farão reuniões trimestrais para alavancar setor

Fonte: Fiesp//

Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp, e Raul Jungmann, ministro da Defesa, decidiram nesta segunda-feira (7/11) realizar reuniões trimestrais entre as entidades para discutir ações para o desenvolvimento do setor. A iniciativa partiu do ministro, que participou junto com Skaf de reunião plenária do Departamento da Indústria da Defesa da Fiesp (Comdefesa).

.: Leia também: GOVERNO> Ministério da Defesa cria agenda comum com Itamaraty para promover indústria

Defendendo a participação do empresariado na discussão do setor, Jungmann propôs o contato periódico entre ministério e representantes da indústria. Skaf elogiou disposição ao diálogo e transparência do ministro e disse que a indústria vai colaborar. “Nossa obrigação é ajudar em tudo que pudermos”, aparando as arestas que aparecerem, declarou Skaf.

Um país que não desenvolver sua tecnologia fica condenado a não crescer, afirmou Jungmann. Isso inclui a capacidade de desenvolver produtos industriais e prover o sistema nacional de defesa. O ministro considera de extrema importância o fortalecimento da base industrial do setor no Brasil. Crédito, fomento, inovação e governança são questões fundamentais, disse. “Quando estimulada, a indústria nacional do setor responde.”

“Mantra deveria ser não ficar parados. Avançar”, disse Jungmann. Segundo o ministro, faltava rumo, para criar uma base que dê segurança ao empresariado, o que vem fazendo desde que assumiu, há quatro meses. “No limite de nossas energias queremos estimular as bases industriais da defesa.”

Há um trabalho em progresso, ressaltou Jungmann, com uma imensa pauta. Defesa é uma fusão de quatro ministérios, lembrou. E há uma série de demandas atualmente sobre as Forças Armadas, que vão de suas atribuições formais a temas como assistência social, exemplo sendo a distribuição de água no Nordeste.

Jairo Candido, diretor titular do Comdefesa, conduziu a reunião. Em sua avaliação, incluir a indústria na discussão do setor de defesa é importante mudança de atitude. O Comdefesa, disse, vai criar grupo de trabalho para analisar os pontos de discussão com o Ministério da Defesa.

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

Leave A Reply