COOPERAÇÃO > Federações estaduais apresentam seus pleitos ao Ministério da Defesa

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança//

Os comitês de Defesa e Segurança das federações das indústrias do Rio Grande do Sul (Comdefesa/Fiergs), de São Paulo (Comdefesa/Fiesp) e de Santa Catarina (Comdefesa/Fiesc), enviaram no mês passado carta ao Ministério da Defesa com pleitos para o desenvolvimento do setor. A iniciativa é uma das ações concretas da articulação entre os comitês no sentido de estimular o desenvolvimento de negócios no segmento de defesa e segurança em seus estados.

.: Leia também: PARCERIA> Cônsul dos EUA defende acesso da indústria de defesa brasileira ao mercado americano

Segundo o coordenador do Comdefesa/Fiergs, Major-Brigadeiro-do-Ar Raul José Ferreira Dias, entre os produtos e serviços com maior potencial de cooperação com os demais parceiros estão os relacionados a veículos blindados. O município gaúcho de Santa Maria vem se consolidando nos últimos anos como um polo de produção e manutenção desses equipamentos, ao lado dos Polos de Porto Alegre e da Serra Gaúcha. Um importante passo foi dado em março, quando a alemã KMW, fabricante dos veículos Leopard e Gepard, inaugurou uma fábrica na cidade.

O Brigadeiro Dias também identifica potenciais parcerias nas áreas de sistemas de simulação, equipamentos ópticos e de eletrônica embarcada aplicada, sistemas de aviação e de defesa cibernética, entre outros.

“Neste momento estamos atuando mais próximos dos Comdefesa da Fiesp e da Fiesc, tendo trabalhado em encaminhamentos e discussões de pautas e pleitos de comum interesse junto ao Ministério da Defesa, especialmente junto à Secretaria de Produtos de Defesa (Deprod)”, disse o coordenador do Comdefesa/Fiergs.

.: Leia também: MERCADO> Forças Armadas contratam pequenas e médias empresas

Embora não exista no momento nenhum instrumento formal de cooperação assinado entre os três órgãos, o Brigadeiro Dias afirma que a parceria entre eles é permanente. Além dos demais parceiros de outros estados, o Comdefesa/Fiergs vem intensificando cooperações com universidades e instituições acadêmicas.

“Há conexão das empresas com as principais Universidades do Rio Grande do Sul, tais como a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), a PUC-RS e a Universidade de Caxias do Sul (UCS), apenas para citar algumas. Em nossas atividades, incentivamos a aproximação com as empresas”, afirmou.

 

 

Leave A Reply