DEFESA> FAB desmente invasão de Sukhoi da Venezuela na fronteira

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança e FolhaBV//

Uma suposta invasão do espaço aéreo brasileiro de caças da Venezuela modelo Sukhoi SU-30 foi negada pela Força Aérea Brasileira (FAB). A notícia veiculada em jornais locais de Boa Vista, Roraima, afirmava que os caças venezuelanos haviam sobrevoado a região amazônica.  A movimentação de tropas da Aeronáutica na fronteira também gerou alarme na região. No começo desta semana, dois cargueiros C-130 “Hércules” – avião que transporta tanques de guerra e tropas – e mais dois caças A-1 AMX decolaram da Base Aérea de Anápolis (DF) e aterrissaram em Boa Vista. Na quarta-feira pela manhã, mais cinco AMX chegaram à Capital roraimense.

.: Leia também: AERONÁUTICA> Forças Aéreas do Brasil e da Suécia estreitam cooperação

Segundo a FAB, trata-se de um exercício de rotina. Os cargueiros “Hércules” acompanharam os caças para fazer o abastecimento das aeronaves e não transportavam nem tanques nem tropas para a região. “A Força Aérea Brasileira tem a missão de proteger todo o espaço aéreo do país, inclusive a região de fronteira, vinte e quatro horas por dia. Essa vigilância é realizada por aeronaves dos esquadrões localizados em regiões estratégicas do território nacional. No entanto, periodicamente, as aeronaves se deslocam para outras Bases Aéreas para realizar treinamentos de rotina e exercícios visando à manutenção operacional de pilotos e tripulação. Este é o caso das aeronaves que chegaram à Base Aérea de Boa Vista esta semana”, explica em nota.

O clima entre Brasil e Venezuela ficou tenso desde o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Nicolás Maduro, presidente venezuelano, considerou o ato como golpe.


VENEZUELA

su-30_venezuelaOs venezuelanos usam o caça russo Sukhoi SU-30, um dos mais potentes do mundo, rival do norte-americano F-22. Especialistas em armamento de guerra dizem que os caças brasileiros são obsoletos se comparados aos caças venezuelanos. Para guarnecer o espaço aéreo brasileiro na região amazônica, a Base Aérea de Boa Vista conta com o 1º Esquadrão do 3º Grupo de Aviação, o “Esquadrão Escorpião”, que é a única unidade de caça da Força Aérea Brasileira no Hemisfério Norte. Equipado com aeronaves A-29, o Super-Tucano, o Esquadrão realiza missões de ataque, reconhecimento armado e interceptação de aeronaves invasoras.

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

 

4 Comentários

    • O Gripen não é páreo para os Sukhoi SU-30 da Rússia, mas é superior aos da Venezuela que são de uma versão inferior vendida para países de terceiro mundo, além do mais a maioria dos caças venezuelanos está parada no chão por falta de peças de reposição, deve ter no máximo 3 destes caças em condições de voar.

    • KLEIBER TOSCANO CAVALCANTI DE FARIAS JUNIOR on

      Sim o grippen NG é muito superior ao Su30 venezuelano. Lembrando que a venezuela comprou o modelo “1.0″ do Su-30 que não é tudo isso. Até os F5 dariam conta. Temos aviões radares como o R-99 que junto com f5 podem coordenar ataque à distancia. a FAB ainda está na frente do poderio venezuelano. e comparar Su-30 com F22 é um absurdo descabível motr total despreparo do jornalista. ele mal se sobropoem ao F-15E.

Leave A Reply