EMBRAER está entre as 100 maiores indústrias de defesa do mundo

O Brasil só possui uma empresa entre as 100 maiores indústrias de defesa do mundo: a Embraer. A produtora do Super Tucano e do KC-390 está na 81° posição no ranking que considera os dados de 2016. No ano anterior, a empresa ocupava o 91° lugar do ranking. Seis posições abaixo da brasileira está a Ruag, da Suíça, fábrica de munições que prepara a instalação de uma unidade no Brasil. Os dados foram publicados na última segunda-feira (11) pelo Instituto de Estocolmo para a Pesquisa sobre a Paz (SIPRI, sigla em inglês).

.: Leia também: Veja o relatório completo das 100 maiores indústrias de defesa do mundo

A Lockheed Martin é a primeira colocada no ranking, seguida por Boeing, Raytheon, BAE Systems e Northrop Grumman. Segundo o relatório, a venda de armas das 100 maiores indústrias de defesa do mundo totalizaram US$ 374,8 bilhões em 2016, o que representa um aumento de 1,9% em relação a 2015 (os números excluem China). Este é o primeiro ano de crescimento nas vendas de armas nas 100 maiores empresas após cinco anos consecutivos de declínio.

As vendas de armas dos 100 maiores em 2016 são 38% superiores a de 2002, quando o SIPRI começou a relatar vendas corporativas de armas. O crescimento das vendas de armas era esperado e foi impulsionado pela implementação de novos programas nacionais de grandes armas, operações militares em curso em vários países e persistentes tensões regionais que levam a uma demanda crescente de armas.

Segundo o relatório, as empresas da categoria de produtores emergentes são baseadas em quatro países (Brasil, Índia, Coreia do Sul e Turquia) que buscam alcançar um maior nível de autossuficiência na aquisição de armas. Brasil, Austrália, Canadá, Noruega, Polônia, Singapura, Espanha, Suécia, Suíça, Turquia e Ucrânia são os países cuja venda de armas corresponde a menos de 1% do total de vendas mundiais.

Ainda segundo o SIPRI, as vendas de armas do Brasil em 2016 aumentaram em 10,8%, acima da taxa de crescimento registrada nos EUA, Rússia ou Europa. A Índia é o único produtor emergente que mostra um declínio (-1,2 por cento) nas vendas de armas em 2016.

maiores indústrias de defesa do mundo

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply