EMIRADOS ÁRABES concluem primeiro de quatro reatores nucleares

Os Emirados Árabes anunciaram a conclusão do primeiro dos quatro reatores da central nuclear civil de Barakah, o que torna o país o primeiro Estado árabe a produzir energia atômica. O anúncio surgiu no decorrer de uma visita do Presidente sul-coreano Moon Jae-in e do príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Mohammed ben Zayed, às instalações nucleares, noticiou a agência oficial dos Emirados WAM.

.: Leia também: MARINHA: Iperó faz parcerias com a MB enquanto aguarda a instalação do Reator Multipropósito

A central, com um custo estimado de US$ 20 bilhões, foi construída por um consórcio dirigida pela sul-coreana KEPCO. Os Emirados Árabes tinham anunciado que o primeiro reator nuclear entraria em funcionamento em 2017, mas adiaram o arranque para 2018. A Emirates Nuclear Energy Corporation, que supervisiona o programa nuclear do país, espera agora a aprovação da autoridade reguladora local para começar a explorar o primeiro reator.

O xeque Mohammed qualificou o momento como “histórico” para o setor da energia do seu país, que é rico em petróleo e gás, mas que tem feito um esforço nos últimos anos para diversificar as fontes de produção energética. Até 2021, a energia nuclear e as energias renováveis – que contribuem apenas com uma pequena parte para o total da energia produzida – deverão representar cerca de 30% das necessidades totais dos Emirados Árabes Unidos.

O segundo reator de Barakah, a oeste de Abu Dhabi, está quase concluído (92% pronto), o terceiro, 81% e o quarto, 66%, segundo a agência WAM. Quando estiverem completamente operacionais, os quatro reatores vão produzir 5.600 megawatts de eletricidade, ou seja 25% das necessidades do país, indicou o ministro da energia dos Emirados. Os Emirados pretendem obter metade da sua energia a partir de fontes que não o petróleo e o gás até 2050.

Fonte: DN//

Newsletter

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

Leave A Reply