EMPRESAS> Autoridades americanas impõem monitor externo para fiscalizar Embraer

Fonte: Isto É//

A Embraer terá a presença de um monitor externo, determinado pelas autoridades americanas, para garantir a transparência das atividades da empresa. A decisão é consequência do processo enfrentado pela fabricante de aeronaves por suspeita de corrupção na venda de aviões militares. A ação do monitor será realizada por três anos. Ele terá plenos poderes para acessar todo o sistema da empresa, salas, gavetas e computadores, além de informações sobre funcionários, ex-funcionários e fornecedores.

.: Leia também: EMPRESAS> Embraer anuncia venda de US$ 1 bilhão aos EUA

Com ações na Bolsa de Nova York, a Embraer foi a primeira empresa totalmente brasileira a fazer um acordo com autoridades americanas por infringir a lei anticorrupção do país. Na prática, a função do monitor é fiscalizar, em nome da autoridade, se a empresa está cumprindo o acordo, implementando regras para que seus funcionários não violem mais a lei e evitando novos casos de corrupção. “Quando a empresa está sob a supervisão de um monitor, é como se estivesse usando uma tornozeleira eletrônica com câmera e gravador. É total Big Brother”, diz a advogada Sylvia Urquiza, do escritório Urquiza, Pimental e Fonti.

Além de ser uma espécie de fiscalizador, o monitor informa qualquer irregularidade que encontre. “As empresas pagam para serem aterrorizadas”, diz a advogada Isabel Franco, do escritório KLA, que já teve experiência, no Brasil, com monitoramento de subsidiárias de multinacionais que fecharam acordos com as autoridades americanas.

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

 

Leave A Reply