EXÉRCITO vai receber 12 viaturas Astros 2020 em 30 de outubro

O Exército Brasileiro (EB) concluiu a modernização de 12 viaturas Astros 2020. A cerimônia de entrega dos veículos será no dia 30 de outubro Forte de Santa Bárbara, em Formosa (GO). Este já é o terceiro lote de viaturas modernizadas para o padrão MK3M. De acordo com o EB, os veículos vão equipar a 3° Bateria de Mísseis e Foguetes do 6° GMF (Grupo de Mísseis e Foguetes).

.: Leia também: ASTROS 2020 fomenta economia do entorno do DF

“O recebimento desses produtos de defesa contribui para a evolução e a consolidação da Artilharia de Mísseis e Foguetes, representando salto tecnológico de capacidade, de eficiência e de efetividade para o apoio de fogo da Força Terrestre. Além disso, colabora para o Exército alcançar o Objetivo Estratégico da Dissuasão Extrarregional, previsto no Plano Estratégico do Exército (PEEx) e na Política e Estratégia Nacional de Defesa”, divulgou a Força Terrestre em nota.

A modernização das viaturas faz parte do projeto estratégico do Exército, o Astros 2020. Além da atualização das viaturas MK3, o projeto prevê aquisição de 50 viaturas MK6, modernização das viaturas MK2, construção do Forte Santa Bárbara e a pesquisa e desenvolvimento de foguetes guiados e do míssil tático de cruzeiro com alcance de 300 km. No sistema Astros 2020, tanto o míssil quanto o foguete são disparados da mesma plataforma instalada na lançadora múltipla universal.

ASTROS 2020
O Sistema ASTROS 2020 foi concebido e elaborado pela empresa brasileira Avibras, sediada em São José dos Campos (SP). Os trabalhos na Avibras contemplam desenvolvimento e fornecimento do míssil tático de cruzeiro, do foguete guiado e das novas viaturas lançadoras, remuniciadoras, de comando e controle, meteorológica e de apoio ao solo, desde a sua concepção, projeto de engenharia, testes de voos, protótipos, definição de insumos agregados com elevada tecnologia e pintura com baixa resolução.

De acordo com o EB, durante todas as etapas do Projeto ASTROS 2020, haverá ofertas de muitos empregos na área do Parque Industrial do Estado de São Paulo, na região de Formosa (GO) e do Distrito Federal. “Some-se a isso, o estímulo às Universidades e Faculdades voltadas para o estudo de engenharia na área de mísseis, foguetes, guiamento eletrônico, telemetria, química, blindagem, tecnologia da informação, georreferenciamento, propulsão de foguetes etc. Este processo aumentará o número de profissionais com elevada capacitação e conhecimento em áreas de tecnologias de ponta, as quais serão absorvidas pelo parque industrial brasileiro e, certamente, poderão ser empregadas para fins civis”, divulgou a Força Terrestre.

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

2 Comentários

Leave A Reply