FAB vai participar de exercício de simulação de terremoto e tsunami no Chile

Fonte: FAB//

Foi apresentado durante a sessão plenária da 57ª Conferência dos Comandantes das Forças Aéreas Americanas (CONJEFAMER) o Exercício Cooperación V, que será realizado em Puerto Mont, no Chile, de 26 de setembro a 6 de outubro deste ano. Nesse exercício a Força Aérea Brasileira (FAB), em conjunto com as Forças Aéreas que compõem o Sistema de Cooperação entre as Forças Aéreas Americanas (SICOFAA), colaborará com meios aéreos e pessoal. As Forças envolvidas treinarão suas capacidades operacionais e logísticas, padronizarão procedimentos, equalizarão conhecimentos doutrinários, maximizando o apoio prestado aos países necessitados de ajuda humanitária.

.: Leia também: OPERAÇÃO vai reunir Forças Aéreas de Brasil, Colômbia e Equador pela primeira vez

O Oficial de Ligação da FAB junto ao SICOFAA, Coronel Aviador Gerson Aparecido Cavalcanti de Oliveira, é o militar que coordena e gerencia a participação da FAB em todas as atividades do Sistema, entre elas a atuação nos Exercícios. “O objetivo do Cooperación V é treinar a operação aérea combinada, uma vez que cada Força opera de uma maneira distinta. Esses exercícios fazem com que nós padronizemos o tipo de operação e possamos capacitar, ainda mais, nossas Forças num apoio mais coordenado”, comenta.

.: Leia também: FAB vai receber versão busca e salvamento de SC-105 Amazonas em junho

Durante o exercício, serão simulados cenários de desastres naturais como terremotos seguidos de tsunamis, enchentes e erupções vulcânicas. Todas as Forças Aéreas operarão combinadamente durante o exercício para levar mantimentos, remédios, barracas, vacinas e demais auxílios necessários. O secretário geral do SICOFAA, Coronel Anthony G. Cook, destacou a relevância do exercício. “Nenhum dos nossos países está imune a desastres naturais. O Cooperación V nos dará a oportunidade de conhecer e treinar juntos, em cenários realistas, estando preparados para responder juntos a qualquer emergência desse tipo”, explica.

Serão mais de mil militares envolvidos no exercício e 25 aeronaves estimadas. A aeronave da FAB que será utilizada é o C-105 Amazonas. O avião é capaz de realizar missões de transporte tático e logístico, lançamento de paraquedistas, cargas e evacuação médica. Devido à sua versatilidade, também é possível realizar missões de busca e salvamento, além de oferecer apoio aos pelotões de fronteira do Exército Brasileiro na Região Amazônica.

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

Leave A Reply