FUZIL IMBEL IA2 é empregado pelo último contingente brasileiro no Haiti

Fonte: ID&S com inf. de Imbel//

A última tropa brasileira no Haiti é composta por 970 militares, sendo 850 do Batalhão de Infantaria (BRABAT) e 120 da Companhia de Engenharia de Força de Paz. O contingente da 26ª Companhia de Engenharia de Força de Paz é dotado com o novo fuzil IA2 5,56 produzido pela Indústria de Material Bélico do Brasil (IMBEL), armamento recentemente padronizado pelo Exército Brasileiro (EB) e que já equipa diversas organizações militares da Força Terrestre.

.: Leia também: IMBEL> Exército vai começar a testar novo fuzil IA2 – 7.62x51mm

“A IMBEL orgulha-se em contribuir para a operacionalidade da 26ª Cia de Engenharia de Força de Paz e dar visibilidade a um armamento genuinamente nacional naquela que será a última participação do componente militar brasileiro na Missão de Estabilização no Haiti”, divulgou a empresa em nota.

20170602_ruas_grande

 

FUZIL IA2 IMBEL
Desenvolvido pela IMBEL, o armamento é o resultado de três anos de pesquisas, possui tecnologia 100% nacional, alta capacidade operacional, elevada precisão e letalidade. O IA2 tem calibre 5,56mm, peso de 3,4kg, capacidade para 30 munições por carregador e cadência de 600 tiros por minuto, o que favorece o combate urbano. O fuzil tem a possibilidade de ficar submerso por dois minutos e meio sem perder a operacionalidade, além de alta resistência à areia, umidade e baixas temperaturas.

Como característica especial, o fuzil IA2 possui mira holográfica, aparelho óptico com projeção de ponto vermelho na lente, que permite enquadramento rápido e preciso do alvo. Propicia, também, uma utilização mais instintiva para a realização de disparos com os dois olhos abertos, com melhor visão periférica e maior capacidade de percepção geral e de profundidade.

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply