GOVERNO> Crise econômica atinge Defesa, mas não Forças Armadas, garante Jungmann

Fonte: Estado de S. Paulo e Uol//

A realidade das contas públicas implica “alguns sacrifícios”para o Ministério da Defesa, disse na quinta-feira, 29, o titular da pasta Raul Jungmann. “Temos que nos adequar à realidade fiscal com equilíbrio entre a manutenção de projetos estratégicos e aparelhamento das nossa Forças”, afirmou. De acordo com ele, os sacrifícios incluem prolongamento de cronogramas e racionamento de gastos. “Alguns cronogramas podem ser esticados frutos da nossa realidade fiscal”, reforçou.

.: Leia também: MILITARES> Entenda a proposta de mudança da Previdência militar

No entanto, o ministro garantiu que as Forças Armadas não serão prejudicadas pelo cenário econômico. “A capacidade das Forças não está comprometida”, disse, citando a atuação do Rio de Janeiro, durante os Jogos Olímpicos.

EXPORTAÇÃO DE ARMAS

Jungmann afirmou ainda que o Ministério da Defesa está revisando as resoluções que tratam da licença de exportação de armas por empresas brasileiras, que dependem de autorização prévia das Forças Armadas. “Estamos fazendo uma atualização da resolução dessa área buscando objetividade e transparência”, disse o ministro. “Tem que atualizar.”

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

Leave A Reply