GRIPEN: Fábrica brasileira da SAAB vai exportar peças para Suécia, garante Marcelo Lima

A unidade brasileira da Saab vai exportar peças para a Suécia, garantiu o diretor geral, Marcelo Lima. A Saab Aeronáutica Montagens (SAM) – a fábrica que fornecerá aeroestruturas para os caças Gripen da Força Aérea Brasileira (FAB) -, será sediada em São Bernardo do Campo (SP). O anúncio do diretor e a confirmação do município foi feito pela empresa de defesa e segurança na semana passada. Em entrevista ao site Indústria de Defesa & Segurança (ID&S), Marcelo Lima detalha os planos de atuação da unidade brasileira da empresa sueca.

.: Leia também: GRIPEN: Pressionada, SAAB anuncia diretor geral para fábrica em São Bernardo do Campo

marcelo-diretor-fabrica-gripen-sao-bernardo-do-campo-saabID&S: Qual é o Plano de Negócios desta fábrica? Além da estrutura do Gripen, a fábrica vai estar aberta para atender a outros clientes?
Marcelo Lima:
Inicialmente, a Saab Aeronáutica Montagens (SAM) será responsável por produzir aeroestruturas, como cone de cauda, freios aerodinâmicos, asas, fuselagem dianteira (tanto da versão monoposto quando da biposto) e fuselagem traseira para os caças Gripen da Força Aérea Brasileira. Assim que o negócio estiver estruturado, a SAM poderá ter outros clientes.

ID&S: As estruturas produzidas no Brasil serão exportadas para a produção de Gripen para outros países?
Marcelo Lima: A SAM produzirá aeroestruturas para os caças Gripen da Força Aérea Brasileira, a serem montados no Brasil e na Suécia, portanto também exportaremos para a Suécia neste primeiro contrato.

ID&S: Quantas pessoas serão empregadas na fábrica? Quantos engenheiros?
Marcelo Lima:
A SAM iniciará as atividades com 55 funcionários diretos, entre engenheiros e técnicos de montagem, a serem contratados entre 2018 e 2019.

ID&S: Já é possível se candidatar para trabalho na fábrica?
Marcelo Lima: Sim. O processo seletivo já está em andamento e os interessados podem enviar o currículo para o e-mail rhbrasil@saabgroup.com. Após a seleção, os funcionários serão treinados nas instalações da Saab, na cidade de Linköping, Suécia, por até 24 meses para que, ao retornarem ao Brasil, estejam prontos para iniciar as atividades na fábrica brasileira.

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply