Índia vai receber primeiros caças Rafale em 2019

Fonte: The Economic Times//

Os primeiros caças Rafale serão entregues à Índia em 2019. De acordo com o presidente da Dassault, Eric Trappier, a França está em discussões para ajudar na Aviação Multi-Combate Avançada de próxima geração da Índia, como parte das obrigações de compensação e transferência de tecnologia do acordo do caça. O lado francês, no entanto, considera que uma ordem maior de cerca de 200 jatos Rafale seria ideal para transferir tecnologia e capacidades de fabricação para a Índia em um “nível competitivo”.

.: Leia também: Rafale derrota Gripen em concorrência para equipar a Força Aérea da Índia

Trappier disse ainda que a Dassault está pronta para ajudar a Índia com seus programas de aviões de combate. “Já discutimos com as agências indianas e propusemos que nossas capacidades fossem integradas. Começamos as discussões como parte da estrutura de compensação”, disse, acrescentando que a empresa está ansiosa para a parceria com a Índia no projeto.

Rafale_-_RIAT_2009_(3751416421)

O CEO da Dassault fez uma forte defesa para que o Rafale atenda a uma futura licitação da Marinha Indiana para jatos, dizendo que o Rafale é o único caça da Força Aérea com versões navais. “Queremos continuar além dos 36 jatos em ordem. A expectativa é de cerca de 200 jatos para a Índia e uma ordem naval também”, disse. A Dassault, no entanto, acredita que a atual ordem de 36 jatos não seria suficiente para transferir fabricação ou tecnologia para a Índia. Trappier disse que as encomendas extras teriam de ser colocadas até 2018 para chegar a um plano maior da “make in India”, que envolveria a mudança de trabalho pesado.

Ao escolher a Reliance Defense para ser um dos principais parceiros de compensação, a Dassault disse que seu principal parceiro indiano no passado – HAL – estava ocupado com vários projetos como o avião de combate leve e a escolha era ir para uma nova parceria no campo da defesa. “Nós fomos informados de que a HAL estava totalmente reservada, conversamos com a Reliance e eles estavam muito interessados em criar tais capacidades na Índia. Eles têm um histórico e capacidade financeira também”, disse Trappier. Dassualt disse que haveria outros parceiros indianos como parte do programa de compensação, já que a empresa não tem um acordo exclusivo com a Reliance.

RAFALE M
O Ministério francês da Defesa anunciou o lançamento bem-sucedido do míssil ASMP-A a partir de um avião de combate Rafale M. A Marinha da França mostrou suas capacidades no domínio da defesa realizando o lançamento do míssil ASMP-A sem ogiva nuclear. Segundo o comunicado, o aparelho “efetuou um voo de mais de quatro horas, passando por todas as etapas caraterísticas de uma missão de dissuasão aérea”, como o reabastecimento em voo, penetração a baixa altitude, monitoramento e lançamento do míssil ASMP-A.

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply