INTERNACIONAL> Reino Unido, Holanda e Austrália começam a fabricar componentes do F-35

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança//

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos anunciou que começou a autorizar as ações de manutenção, reparo, revisão e atualização dos componentes do caça Lockheed Martin F-35. A aeronave foi dividida em 774 componentes, distribuídos em 18 categorias como aviônicos e bombas. Do total, 65 componentes já foram atribuídos e, segundo os planos americanos, a implementação deve ser completada em até três anos. As informações foram divulgadas pelo site de notícias Jane’s.

.: Leia também: INTERNACIONAL> Trump vai aumentar capacidade militar dos Estados Unidos

factory__mainO Reino Unido despontou como o principal parceiro comercial dos Estados Unidos na fabricação dos componentes do caça e já garantiu a fabricação de 48 peças. Atrás vem Holanda e Austrália, com 14 e 3 componentes respectivamente. As parcerias preveem trabalho de manutenção até 2025. De acordo com o Ministério da Defesa do Reino Unido, o trabalho irá gerar “centenas de milhões de libras de receita para a indústria de defesa do Reino Unido, com o potencial de mais de US$ 2,4 bilhões de receita ao longo da vida útil do programa”.

A oferta do Reino Unido baseia-se numa parceria entre a Defense Electronics & Components Agency (DECA) do governo do Reino Unido, a BAE Systems e a Northrop Grumman. No Reino Unido, o trabalho será realizado nas instalações do DECA no nordeste do País de Gales.

Para além de 2025, 51 dos primeiros 65 pacotes serão alocados no Reino Unido e 14 na Holanda. Prevê-se que a Noruega e a Holanda proporcionem uma capacidade adicional de manutenção de motores pesados ​​a partir de 2020-2021 para a Europa.

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply