INTERNACIONAL> Site russo aponta principais conquistas do Exército

Fonte: Com inf. de Sputnik//

O site de notícias russo Sputinik fez uma lista com os eventos militares mais importantes do país no último ano. Na visão da publicação, entre as conquistas apontadas está a participação da Rússia na guerra da Síria e a “libertação de Aleppo”.

.: Leia também: INTERNACIONAL> Mais de 160 armas foram testadas na Síria, diz ministro da Rússia

GUERRA NA SÍRIA

guerra-na-siria
De acordo com o site russo, um dos maiores sucessos militares da Rússia em 2016 foi a campanha de retomada da cidade síria de Aleppo. O Exército do Governo Sírio recebeu o apoio de militares russos e iranianos para a operação. As tropas sírias atacaram as fortificações dos terroristas nos subúrbios de Aleppo. Ao felicitar o presidente sírio, Bashar al-Assad, Vladimir Putin considerou a ação como uma “vitória no combate ao terrorismo”.

DESEMPENHO DAS ARMAS RUSSAS
Outra ação exaltada foi o sucesso do armamento desenvolvido no País. Em novembro, as forças russas na Síria lançaram mísseis Oniks do complexo Bastion contra alvos terrestres. Este foi o primeiro lançamento do sistema em condições de combate real. De acordo com o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, durante as operações na Síria foram feitos teste bem-sucedidos de mais 160 novos tipos de armas.

PORTA-AVIÕES ADMIRAL KUZNETSOV

admiral-kuznetsov
Nas palavras da publicação, “a missão do grupo naval russo no Mediterrâneo se tornou um evento histórico para as Forças Armadas russas. Esta missão foi uma verdadeira estreia para o porta-aviões e causou grande preocupação nos países ocidentais”. Durante quase toda a campanha no Mediterrâneo, o grupo foi acompanhado por navios de guerra da OTAN. Além disso, em uma ocasião, os radares detectaram um submarino da Aliança perto do Admiral Kuznetsov. O porta-aviões Admiral Kuznetsov começou sua campanha em outubro para apoiar as tropas do governo sírio na campanha contra grupos terroristas do País.

INSTALAÇÃO DE MÍSSEIS ISKANDER EM KALININGRADO

A Rússia movimentou mísseis Iskander-M, com capacidade nuclear, no enclave de Kaliningrado, na fronteira com a Polônia e a Lituânia. O sistema conta com mísseis balísticos e de cruzeiro. Os mísseis atingiram os alvos a uma distância de 200 quilômetros, deixando uma cratera fumegante em seu lugar.

INSPEÇÕES SURPRESAS
O ministro da Defesa russo, Serguei Shoigu retomou as inspeções de surpresa no exército russo. No ano passado, foi avaliado o estado dos arsenais militares e o nível de preparação de vários organismos militares durante as inspeções.

EXERCÍCIOS MILITARES KAVKAZ 2016

1045127705
A Rússia realizou em setembro os exercícios Kavkaz 2016 com 120 mil homens, 60 aviões e helicópteros, 15 navios da Frota russa do Mar Negro, 90 tanques e 400 unidades de outro tipo de equipamento militar participaram dos exercícios. O principal objetivo dos exercícios Kavkaz 2016 consistia em preparar os militares para uma possível “reversão” do exército para sul em caso de invasão inimiga.

EXERCÍCIOS INTERNACIONAIS
O Exército russo também realizou uma série de exercícios militares com as Forças Armadas de outros países. De acordo com o levantamento do Sputnik, a operação com as Forças de Reação Rápida da Organização do Tratado de Segurança Coletiva foi um dos mais importantes. As manobras, que tiveram lugar na região de Pskov, contaram com a participação de mais de 6.000 militares da Armênia, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão, Rússia e Tajiquistão.

JOGOS MILITARES
Os Jogos Militares Internacionais 2016 também contribuíram para o desenvolvimento da cooperação militar, informa o site. A cada ano, novos países aderem a estas competições para mostrar suas capacidades. Assim, em 2016, participaram dos jogos 19 países: Rússia, China, Cazaquistão, Bielorrússia, Irã, Azerbaijão, Mongólia, Venezuela, Marrocos, Egito, Zimbábue, Armênia, Angola, Índia, Tanzânia, Grécia, Kuwait e Nicarágua.

RENOVAÇÃO DO EXÉRCITO RUSSO
A Força Aérea da Rússia recebeu 139 aviões e a Marinha foi equipada com 24 novos navios de guerra e dois submarinos  multifuncionais. O Exército nacional conta agora com 88 novos  sistemas de artilharia e 764 veículos blindados. Além disso, foram implantados novos sistemas de mísseis táticos Iskander, sistemas de mísseis costeiros Bastion, sistemas de lança-foguetes múltiplos Tornado-S e vários meios de guerra eletrônica. De acordo com o site, o Exército e a Marinha da Rússia atingiram um novo nível quanto às suas capacidades e potencial em 2016.

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply