Investimento da Embraer em Portugal ‘é um bom exemplo’, diz Costa

Fonte: ID&S//

A parceria Brasil-Portugal conta com o apoio do primeiro-ministro português, António Costa. Nesta terça-feira, 7, Costa afirmou que o investimento da Embraer em Portugal, na OGMA, é “um bom exemplo contra o protecionismo”, afirmando que Portugal é um “país amigo do investimento estrangeiro”. A Embraer controla mais de 60% da empresa portuguesa, que participa do projeto do KC-390.

.: Leia também: Portugal entrega fuselagem do primeiro KC-390 ao Brasil

“Numa altura em que, em tantas partes do mundo, pensa em fechar fronteiras, limitar o comércio internacional, dificultar o investimento externo, este é um bom exemplo de como todos temos a ganhar com fronteiras abertas, com investimento estrangeiro, numa lógica de parceria e de comércio livre. É por isso um bom exemplo contra o protecionismo, contra o encerramento de fronteiras e contra a aversão ao investimento estrangeiro”, afirmou António Costa.

Na inauguração do hangar de pintura da OGMA, em Alverca do Ribatejo, um investimento de mais de 10 milhões de euros da Embraer, o chefe do Executivo definiu o país luso como “amigo do investimento estrangeiro”. “Somos um país amigo do investimento estrangeiro, estamos abertos ao investimento da Embraer, de outras empresas brasileiras e de outras empresas de outras origens. Gostamos do investimento externo porque sabemos bem que, com o investimento externo, podemos fazer mais e podemos fazer melhor”, afirmou.

OGMA

Costa participou da inauguração do novo hangar de pintura da Ogma nesta terça. (Foto: LUSA)

DIÁLOGO BRASIL-PORTUGAL
O ministro da Defesa, Raul Jungmann, viaja na próxima quinta-feira, 9, para Portugal para se reunir com seu colega José Alberto de Azeredo Lopes para fortalecer a cooperação da indústria de defesa entre as duas nações de língua portuguesa. A programação faz parte do I Diálogo da Indústria de Defesa de Portugal e do Brasil e a comitiva brasileira contará com representantes da Abimde (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança), além do secretário de Produtos (Seprod) do MD, Flávio Basílio.

.: Leia também: Abimde promove Diálogo das Indústrias de Defesa Brasil-Portugal

A expectativa é que sejam assinados memorandos de entendimento para a cooperação em logística militar e procedimentos de catalogação, além de uma declaração conjunta com metas de cooperação futura, principalmente na indústria de defesa. Especificamente, o documento conjunto apoiará uma parceria estratégica entre as indústrias de defesa dos dois Estados, identificando áreas prioritárias de cooperação e apoiando o desenvolvimento de projetos bilaterais de pesquisa e desenvolvimento para tecnologias de dupla utilização, segundo informações publicadas no site Jane’s.

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

Leave A Reply