ISRAELENSE Gilat fornecerá tecnologia para Satélite Geoestacionário brasileiro

Fonte: Gilat//

A companhia israelense Gilat Satellite Networks anunciou nesta quarta-feira acordo com a Telebras no valor de US$ 11,4 milhões para oferecer serviços de comunicação e tecnologia para o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) do Brasil. O SGDC está em órbita desde 4 de maio e vai possibilitar “acesso à conexão em banda larga a todos os locais do país”, além de usos para inteligência militar e governamental.

.: Leia também: TELEBRAS lança edital para licitação da banda Ka do Satélite Geoestacionário

O projeto do SGDC, que é fruto de uma parceria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) com o Ministério da Defesa, recebeu, até maio, R$ 2,7 bilhões de reais em investimentos, segundo informações do governo federal.

“Gilat é o pioneiro da comunicação por satélite no Brasil e este projeto chave com a Telebras é um testemunho do nosso compromisso com este mercado e com a direção estratégica de Gilat em apoio à comunicação de banda larga por satélite”, disse Russell Ribeiro, vice-presidente regional da Gilat LATAM. “Esperamos continuar a colaboração com a Telebras no fornecimento de conectividade de banda larga em todo o Brasil”.

SATÉLITE GEOESTACIONÁRIO
O SGDC é o primeiro equipamento geoestacionário brasileiro de uso civil e militar. Fruto de uma parceria entre o MCTIC e o Ministério da Defesa, recebeu R$ 2,7 bilhões em investimentos. Adquirido pela Telebras, tem uma banda Ka, que será utilizada para comunicações estratégicas do governo e implementação do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) – especialmente em áreas remotas –, e uma banda X, que corresponde a 30% da capacidade do equipamento, de uso exclusivo das Forças Armadas. A aquisição do satélite da Thales Alenia Space foi feita por meio de competição internacional, via contrato com a Visiona, uma joint venture entre a Telebras e a Embraer.

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply