LAAD > Ministério da Defesa garante continuidade de projetos em andamento

Fonte: Portal do APL de Defesa do Grande ABC

O ministro da Defesa, Jaques Wagner, reafirmou nesta quarta-feira a continuidade dos investimentos nos projetos estratégicos das Forças Armadas já em andamento. Wagner reconheceu, contudo, que a perspectiva de contingenciamento de recursos por conta do ajuste fiscal planejado pelo Governo Federal dificulta a decisão sobre novas aquisições.

 

Umas das exceções seria a compra do sistema de mísseis antiaéreos russo Pansir S-1, por conta da necessidade de utilização no plano de defesa para a Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro. O governo brasileiro negocia a compra do Pansir S-1 com a Russia desde 2012, mas o ministro afirmou que a decisão final depende de questões técnicas e orçamentárias a serem tratadas com a presidente Dilma Rousseff. Entre os projetos em compasso de espera está o Programa de Obtenção de Meios de Superfície (Prosuper), da Marinha, que prevê a construção de cinco navios-patrulha oceânicos, cinco navios escolta e um Navio de Apoio Logístico. 

 

 

“Todo mundo sabe que a gente está em processo de ajuste fiscal e portado eu diria que apontar novas aquisições não é razoável, mas nós vamos manter aquilo que já foi iniciado exatamente para garantir que não haja descontinuidade. Isso não quer dizer que a gente não possa prospectar novas coisas, até porque o ajuste é para crescer e não é o ajuste pelo ajuste. Espero que no final do ano a gente possa vislumbrar um horizonte melhor”, disse o ministro durante entrevista coletiva com jornalistas durante a LAAD 2015, no Rio de Janeiro.