LAAD SECURITY: Em São Paulo, Laad amplia volume de negócios para expositores

Apesar de apresentar um formato menor que as edições anteriores, a Laad Security 2018 conseguiu alcançar um público mais seleto e qualificado. Essa foi a percepção dos expositores da feira no primeiro dia de evento. Pela primeira vez em São Paulo, a maior feira de segurança pública da América Latina espera atingir um público de mais de oito mil visitantes nos três dias de evento. Nas edições anteriores, era o Rio de Janeiro que sediava a Laad.

.: Leia também: LAAD 2018: Cellebrite amplia o portfólio de soluções de inteligência digital

Segundo o diretor geral para a América Latina da Cellebrite, Frederico Bonincontro, a mudança do evento para São Paulo conseguiu atrair mais decisores devido a proximidade com as grandes corporações sediadas na capital paulista. “A Laad no Rio é mais dispersa. Aqui tem mais decisores, pessoas qualificadas”, avaliou Bonincontro que participa pela sexta vez da feira de negócios da indústria de defesa.

Esta também foi a percepção da fabricante de proteção balística Protecta que, já no primeiro dia de evento, conseguiu fechar alguns acordos comerciais. A percepção geral era de que, na capital paulista, o evento conseguiu atrair menos curiosos e mais gestores interessados em conhecer as soluções de segurança e fechar negócios.

São Paulo é o estado que responde pelo maior orçamento de Segurança Pública do País, um total de R$ 216,9 bilhões. A abertura da feira, na última terça-feira (10), contou com a presença do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, e do Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Almirante de Esquadra Ademir Sobrinho. Na ocasião, Jungmann anunciou a liberação de mais recursos do governo federal aos estados para a segurança pública. Ele não antecipou, porém, quanto será liberado.”Nos próximos dias, vamos ter dinheiro novo para a segurança pública”, disse.

Fonte: ID&S

Newsletter

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply