Marinha> Buscas por piloto de caça continuam nesta quinta-feira

Fonte: G1//

O piloto da AF-1 Skyhawk da Marinha do Brasil continua desaparecido. No acidente, que aconteceu na última terça-feira, 28, duas aeronaves se chocaram durante um treinamento. Segundo a Força Marítima, o piloto acionou o botão para ejetar da aeronave por volta das 14h30 de terça. A Marinha não interrompeu as buscas durante a madrugada e conta desde a tarde de quarta com o auxílio de um navio-sonda. O Corpo de Bombeiros divulgou nesta manhã que retornou ao local para auxiliar nas buscas por volta das 7h50. Eles contam com botes e jet-skis.

.: Leia também: RIO DE JANEIRO> Caça AF-1 da Marinha cai na Região dos Lagos

Navios e aeronaves da Marinha estão no local. Segundo a corporação, também estão sendo empregados equipes e estrutura do Exército Brasileiro, da Força Aérea Brasileira, além do Corpo de Bombeiros. A Marinha também informou que foi aberto um Plano de Emergência Aeronáutica, que é feito a partir do momento em que se descobre o acidente, para, posteriormente, abrir uma investigação para apurar as causas.

NAVIO SONDA

O Navio de Pesquisa Hidroceanográfico “Vital de Oliveira”, da Marinha do Brasil, chegou na tarde da quarta, 27, ao litoral de Saquarema. O navio tem 78 metros de comprimento, possui 5 laboratórios e tem capacidade para 130 pessoas. Entre os equipamentos estão ecobatímetros multifeixe, perfilador de velocidade do som e sonar de varredura lateral. A embarcação pode ser operada remotamente.

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

Leave A Reply