PACÍFICO: Marinha Chinesa inicia exercícios militares no Mar do Sul da China

A Marinha da China iniciou uma série de exercícios de três dias no Mar do Sul da China na quarta-feira, informou a Administração de Segurança Marítima. Ela divulgou as coordenadas da zona de exercícios – uma área retangular na costa sul da província de Hainan – em seu site na terça-feira, pedindo que os navios permaneçam fora da área.

.: Leia também: FILIPINAS recebe drones americanos para defesa de ilha disputada com a China

A informação provocou uma onda de especulação entre os entusiastas militares chineses que, desde o mês passado, têm conversado em fóruns na Internet sobre a possibilidade de uma grande exibição dos melhores navios e submarinos da Marinha no Mar do Sul da China. Alguns fãs também postaram o que alegaram serem imagens de satélite de uma vasta armada de navios chineses, incluindo o porta-aviões Liaoning, que se reuniu recentemente na área do Mar do Sul da China.

A Marinha disse no mês passado que iria realizar exercícios de combate lá “nos próximos dias”, observando que os exercícios fazem parte do seu regime de treinamento anual. Se isso foi uma referência aos exercícios que começaram na quarta-feira não era conhecido. Não houve relatos de outras operações navais no Mar do Sul da China. Oficiais de publicidade da Marinha alcançados pelo China Daily se recusaram a elaborar. Os militares chineses enfatizaram exercícios de combate e operações conjuntas desde que o presidente Xi Jinping, que também é presidente da Comissão Militar Central, tomou posse no final de 2012.

Todos os navios de combate e submarinos da Marinha agora passam cerca de oito meses por ano no mar, realizando patrulhas, exercícios e outras operações de treinamento – muito mais do que antes. Como resultado, suas capacidades operacionais melhoraram substancialmente, disse a Marinha. Em 2017, a Marinha incorporou pelo menos 16 navios, principalmente grandes embarcações de combate. A China está agora construindo seu segundo porta-aviões e um contratorpedeiro de mísseis guiados de nova geração, considerado o mais poderoso do mundo.

FONTE: China Daily

 

Newsletter

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply