MARINHA: Comando da Força de Submarinos completa 103 anos

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança com inf. de “100 anos Força de Submarinos”//

Em meio a expectativa para o recebimento do primeiro submarino Scorpène e o início da renovação de sua frota, o Comando da Força de Submarinos da Marinha do Brasil (MB) completa 103 anos nesta segunda, 17 de julho. A data lembra a criação da Flotilha de Submersíveis pelo então Capitão-de-Fragata Filinto Perry, em 1914. Os três primeiros submarinos incorporados a Força brasileira eram da classe “Foca” produzidos por estaleiros italianos sediados em La Spezia.

.: Leia também: MARINHA conclui nova etapa para obtenção de aeronaves KC-2

Ao final dos anos 1970, a Força de Submarinos já possuía dez submarinos em operação, provenientes de duas classes diferentes, ‘Guppy’ e ‘Oberon’. O Brasil já possuía tecnologia e conhecimento para realizar reparos e manutenção nesses submarinos. Com o Tupi e o Tamoio, a Marinha entrou em um novo patamar de desenvolvimento tecnológico.

TUPI
Técnicos e oficiais brasileiros acompanharam a construção do submarino “Tupi” (S30) em Kiel, Alemanha, incorporado em 1989 à Esquadra. Trata-se de uma das mais modernas classes de submarinos convencionais em operação no mundo, capaz de atingir altas velocidades em imersão e operar em grandes profundidades, além de possuir sensores e equipamentos de última geração.

TAMOIO
O “Tamoio” (S31) marcou o ingresso do Brasil no pequeno grupo dos países com autonomia e tecnologia para a construção de seus próprios submarinos, sendo o primeiro no hemisfério sul. Seguiram-se a ele o “Timbira” (S32), o “Tapajó” (S33) e o “Tikuna” (S34). Este último foi uma evolução do projeto original do “IKL”, com arranjo de propulsão de maior potência, que garante ainda mais velocidade, silêncio e discrição. Além disso, o “Tikuna” recebeu sistemas mais modernos, contando com maior índice de automação.

PROSUB
Atualmente, a MB trabalha na construção de quatro submarinos modelo Scorpène e do seu primeiro submarino de propulsão nuclear. A Marinha do Brasil conta hoje com cinco submarinos construídos na década de 1980 e 1990 para defesa desse território marítimo. De acordo com a Marinha, à medida que os novos submarinos forem finalizados, os antigos serão aposentados.

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply