Marinha dos EUA atualiza operação no Pacífico com 5 E-2D Hawkeye

Fonte: Star and Strips e Sputnik Internacional//

A Marinha americana reforçou radar aéreo e capacidades de detecção no Pacífico. Um esquadrão de cinco aviões de reconhecimento de E-2D Hawkeye juntou-se ao Grupo de Ataque de Aeronaves Ronald Reagan na cidade japonesa de Iwakuni, anunciou a Marinha dos EUA em comunicado à imprensa na quinta-feira.

.: Leia também:  EUA deslocam aeronaves E-2 Hawkeye para o Japão

image (1)O esquadrão de alerta antecipado, chamado VAW-125, é o primeiro da Marinha a usar os avançados aviões E2-D, explicou o comunicado. “Esta aeronave tem o radar aéreo mais avançado do mundo, e as pessoas que o consertam e voam são as melhores da Marinha dos Estados Unidos”, afirmou o comandante do esquadrão, o Comandante Daniel Prochazka.

Os aprimoramentos para o E-2D sobre os modelos anteriores incluem upgrades em radar, sistemas de computador e links de dados melhorados. O E-2D “emprega radar de longo alcance e capacidades de comunicação eletrônica para supervisionar o espaço de batalha e detectar ameaças além da faixa de sensores de outras unidades amigas”, disse uma declaração da Marinha que descreveu a aeronave como o “quarterback digital” da frota.

Novas características incluem um radar AN-APY9 capaz de varredura mecânica e eletrônica. O novo radar foi promovido em revistas de defesa por seu potencial para detectar aviões furtivos. A aeronave também inclui um cockpit tático “all glass” e um computador de missão atualizado.image

JAPÃO
O Congresso americano apropriou US $ 12,5 bilhões no ano passado para os primeiros 40 modelos E-2D. O Pentágono está solicitando mais US$ 9,5 bilhões para mais 35 novos Hawkeyes nos próximos anos, de acordo com o Centro de Avaliações Estratégicas e Orçamentárias, um instituto político não partidário.

Japão também planeja usar o novo Hawkeye para ajudar a monitorar aeronaves estrangeiras que se aproximam do seu espaço aéreo, incluindo as da China e da Rússia. O Ministério da Defesa deve adquirir quatro E-2D Hawkeyes até março de 2019, disse um porta-voz da Stars and Stripes. Essas aeronaves serão usadas para realizar missões de alerta e vigilância, incluindo perto das Ilhas Senkaku administradas pelo Japão, que a China reivindica como suas, disse o porta-voz.

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

Leave A Reply