MARINHA: Esquadrão HS-1 alcança a marca de cinco mil horas voadas nas aeronaves SH-16

No dia 20 de abril, o Esquadrão HS-1 da Marinha do Brasil (MB) alcançou a marca de cinco mil horas voadas nas aeronaves SH-16. O feito ocorreu durante um voo por instrumento entre São Pedro da Aldeia-RJ e o aeródromo de Campos dos Goytacazes-RJ, para adestramento de pilotos e operadores de sensores do Esquadrão.  

.: Leia também: AMAZUL abre processos seletivos com vagas para atuação em São Paulo e no Rio de Janeiro

As primeiras aeronaves SH-16 foram recebidas em agosto de 2012, tendo o início da qualificação com tripulantes brasileiros, a partir de setembro daquele ano. O HS-1 vem crescendo operacionalmente com foco na segurança.

 Entre alguns fatos memoráveis, devem ser destacados, nessas cinco mil horas de voo: lançamento do míssil Penguin no casco da ex-corveta “Frontin”; lançamento de dois torpedos de exercício; a reaquisição da capacidade de realização de voos ASW noturno tático; a reaquisição da capacidade de operação a bordo noturna; a realização de diversos voos em proveito da Avaliação Operacional dos SH-16 para melhor utilização de seus sensores Mage, Flir, Radar e Sonar e voos para homologação da metralhadora MAG-58.

 Ao longo desse tempo houve, ainda, o resgate noturno de três náufragos do Navio “Beira Mar XXV”, em agosto de 2016, que culminou com o recebimento inédito pela Marinha do prêmio internacional Captain William J. Kossler. A marca de cinco mil horas de voo cumpre o avanço das qualificações operacionais e de manutenção dos militares do Esquadrão HS-1, o que resulta em emprego eficiente do braço armado da Esquadra.

Fonte: Marinha

Newsletter

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply