MARINHA: Veja o submarino brasileiro que afundou

O único submarino brasileiro que naufragou teve uma história inusitada, bem diferente do caso argentino o ARA San Juan. A embarcação brasileira estava atracada por dois meses na Ilha de Cobras para reparo e foi lá que ele afundou em dezembro de 2000. O submarino Tonelero S-21 sofreu um alagamento após avaria no sistema hidráulico de controle de válvulas. Não houve vítimas no acidente. Segundo o inquérito da Marinha do Brasil, vários procedimentos padronizados para a realização de uma manobra rotineira deixaram de ser obedecidos na operação, mas, com a escotilha do compartimento de máquinas aberta, houve a perda de controle da situação.

.: Leia também: SUBMARINOS bem mantidos navegam por mais de 30 anos

subamarino toneleroO caso foi considerado crime. A Marinha, no entanto, não divulgou quantos de seus membros foram indiciados e quantos foram enquadrados por transgressão. O resgate do submarino levou dez dias e após uma avaliação a Marinha desistiu de recuperá-lo. De acordo com os cálculos feitos pela Força Naval, seriam necessários cerca de R$ 25 milhões para a recuperação da embarcação, que era a mais antiga da frota brasileira. Sua aposentadoria já estava programada para 2002.

Em 21 de junho de 2001, a Marinha deu baixa do serviço ativo do submarino, tendo atingido em seus 24 anos de serviço as marcas de 168.368 milhas navegadas, sendo 80.636 em imersão, 1.286 dias de mar e 18.468 horas de imersão e foram lançados 154 torpedos. Até sua baixa era o submarino da Marinha do Brasil com maior número de horas de imersão e dias de mar. O casco do ex-S Tonelero, foi colocado em leilão pela EMGEPRON por R$ 212.700,00 e arrematado por R$ 344.000,00 em 2004. O Tonelero foi comprado no início da década de 70 por US$ 40 milhões.

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

1 Comentário

  1. FORÇAS ARMADAS DO BRASIL SUCATEADAS NOS 13 ANOS DA MÁFIA PT E MAFIOSA DILMA 171 ROUSSEF > Lembrando o caso do único submarino que afundou da Marinha de Guerra do Brasil. Virou até piada aqui no Rio de janeiro..

Leave A Reply