MERCADO> Tendências para o mercado de satélites e telecomunicações na América Latina

Fonte: SES//

O ano de 2017 será de crescimento para o mercado de satélites na América Latina. Com a necessidade de crescimento da infraestrutura de telecomunicações e a expansão dos mercados de mobilidade para suportar o aumento de demandas sociais e a continua migração para vídeos de maior qualidade, o novo ano trará grandes possibilidades para as operadoras.  A SES, que se prepara para dois lançamentos-chave (dos satélites SES-10 e SES-14), acredita que a região é fundamental para a expansão das empresas no mundo e receberá ainda mais atenção nos próximos anos devido ao seu potencial de mercado. Abaixo, Jurandir Pitsch, vice-presidente de vendas da SES para América Latina Sul, lista quatro previsões para o mercado de telecomunicação e de broadcasting da América Latina já em 2017.

.: Leia também: INTERNACIONAL> Satélite espião israelense captura imagens de mísseis russos na Síria

EXPANSÃO DAS REDES 3G E 4G
A tecnologia de satélites será fundamental para os projetos de expansão das redes 3G e 4G na América Latina. A expansão das redes 3G e 4G às áreas remotas do Brasil e latino-americanas devem contar com a tecnologia de satélites para a ampliação da infraestrutura de conexão. Com a chegada da geração de satélites HTS (High Throughtput Satellite), o custo-benefício do uso desta tecnologia se tornou ainda mais vantajoso e utiliza o aumento de capacidade dos sinais para ampliar o alcance de redes e de pessoas atingidas pela conectividade.

MERCADO AERONÁUTICA E MARÍTIMO
Os mercados aeronáutico e marítimo estarão em franca expansão. Em 2016, a tecnologia de alta conectividade se consolidou nos mercados aeronáutico e marítimo nos Estados Unidos. Já na América Latina, as principais companhias aéreas e de cruzeiros estão adaptando suas aeronaves e navios para prover os clientes com conexão à internet por um custo menor e com maior qualidade a partir do próximo ano. Além disso, as empresas do setor de Óleo e Gás também devem ampliar seus contratos com empresas de satélite, devido ao aumento na demanda por conectividade resultante da adoção de novas tecnologias para navios e plataformas marítimas.

DEMANDA DE CONECTIVIDADE
Demandas sociais trarão uma nova complexidade ao mercado de Telecomunicações. A alta demanda por conectividade no Brasil e América Latina já é uma realidade. Entretanto, para atender às necessidades de regiões carentes e dos programas governamentais, os provedores precisarão contar com a tecnologia satelital para suprir a todos e permitir a uma nova parcela da população tenha acesso à informação.

TRANSMISSÃO DE VÍDEO
O mercado de transmissão de vídeos por satélite continuará em crescimento. A distribuição de canais de vídeo via satélite continuará em crescimento contínuo, principalmente devido à migração de SD para HD. Além disso, a chegada do Ultra HD na América Latina também deve ampliar a demanda por capacidade de satélites. Recentemente, a SES registrou 21 canais comerciais UHD em seus satélites para todo o mundo, tendência que deve crescer na região em breve.

 

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply