MINUSTAH > Exército e Ministério da Defesa lamentam falecimento do General Jaborandy

Fonte: Exército Brasileiro e Ministério da Defesa//

O Exército Brasileiro manifestou, por meio de nota, pesar com o falecimento do General de Divisão José Luiz Jaborandy Júnior, de 57 anos, Comandante da Força Militar da Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (Force Commander / MINUSTAH), ocorrida neste domingo (30). Da China, onde se encontra em missão oficial, o ministro da Defesa, Jaques Wagner, manifestou pesar pelo falecimento do general Jaborandy Júnior.

O general brasileiro assumiu a Minustah em 15 de março de 2014 em substituição ao general Edson Leal Pujol. Sob seu comando estavam 5,7 mil homens de 21 países que trabalhavam para garantir a segurança e estabilidade do Haiti. Antes de atuar no país caribenho, a última missão de Jaborandy foi comandar a 8ª Região Militar, em Belém (PA), ligada ao Comando Militar do Norte. Ele ingressou no Exército Brasileiro em 1976 e se formou pela Escola de Comando e Estado-Maior do Brasil e pelo Instituto de Estudos Superiores Militares de Portugal.

Jaborandy também já serviu como assessor parlamentar do Gabinete do Comandante do Exército. Além de ter sido observador militar do Grupo de Observação das Nações Unidas na América Central (Onuca), em 1991, e da Missão de Observação das Nações Unidas em El Salvador (Onusal), em 1992.

“A notícia do falecimento prematuro do general Jaborandy nos causou surpresa. Estive recentemente com ele em Porto Príncipe, durante visita oficial ao Haiti. Em nossa reunião de trabalho pude constatar o militar comprometido com a causa da pacificação e seu poder de liderança. À família, colegas do Ministério da Defesa e das Forças Armadas, as minhas mais sinceras condolências”, disse o ministro da Defesa, Jaques Wagner, por meio de nota.