NEGÓCIOS> DCNS e Airbus Helicopters desenvolvem novo drone naval francês

Fonte: Assessoria//

O estaleiro francês DCNS e a Airbus Helicopters assinaram acordo para projetar o futuro drone tático da Marinha da França. Ao reunir habilidades e conhecimentos navais e aeroespaciais, a formação de equipes de DCNS e Airbus helicópteros vão trabalhar para desenvolver um mecanismo capaz de lidar com os desafios técnicos decorrentes da integração naval dos drones através da criação de uma arquitetura de sistema robusto que pode evoluir e se adaptar para atender as principais necessidades.

.: Leia também: EURONAVAL> DCNS apresenta submarino sucessor do Scorpène na Euronaval

Segundo a DCNS, os drones são os olhos do sistema de batalha; as suas missões serão supervisionados pelo sistema de gestão de combate de cada navio, garantindo maior eficácia em tempo real, em apoio às operações navais. Oferecendo uma verdadeira vantagem tática, o drone VTOL é um componente orgânico de navios de guerra e aumenta o potencial operacional das forças navais.

“Vamos continuar a inovar nestas áreas e desenvolver drones com a capacidade de realizar missões cada vez mais complexas ao longo de distâncias e prazos maiores em um ambiente interoperável com o aumento da digitalização dos recursos. Tal digitalização depende da implantação de soluções de segurança cibernética que oferecem uma melhor proteção dos dados e as comunicações entre os drones e navios”, explica o CEO da DCNS, Hervé Guillou.

PARCERIA

O papel da DCNS na parceria será o de projetar e fornecer todo o sistema VTOL zangão integrado ao navio de guerra. A DCNS vai projetar e desenvolver as soluções para a operação nos navios e integração do robô, incluindo a especificação e validação das cargas úteis e links de dados de missão. A empresa francesa também irá produzir sistema de missão do robô, o que permitirá a gestão em tempo real de suas operações e permitir que as suas cargas úteis possam ser controladas através do sistema de gestão de combate.

Uma plataforma versátil e acessível, o VSR700 foi desenvolvido pela Airbus Helicopters, com objetivo de proporcionar aos clientes militares uma solução que utiliza uma aeronave civil experimentada e testada e atinge o melhor equilíbrio possível entre desempenho, flexibilidade operacional, confiabilidade e custos operacionais. Aproveitando as tecnologias de voo autônomo testadas pela Airbus Helicopters através de uma série de programas de demonstração, o VSR700 é derivado de um helicóptero civil, o G2 Cabri (desenvolvido pela empresa Hélicoptères Guimbal), que provou sua confiabilidade e baixos custos operacionais em serviço.

Sob os termos da parceria, a Airbus helicópteros será responsável pela concepção e desenvolvimento do VSR700, bem como as diversas tecnologias necessárias para drones para executar missões aéreas, tais como a ligação de dados, capacidade de carga. “Os Drones de asa rotativa irão desempenhar um papel crucial nos cenários de operação ar/mar de amanhã, desempenhando o papel de um olho itinerante e alargando a cobertura de navios de superfície ao longo do horizonte”, explica o CEO da Airbus Helicopters, Guillaume Faury. intgration-uav-au-co

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

 

Leave A Reply