NEGÓCIOS> Eduardo Marson é eleito Diretor-Presidente da Fundação Ezute

Fonte: Fundação Ezute//

A Fundação Ezute tem novo presidente. O executivo Eduardo Marson foi eleito Diretor-Presidente da Fundação Ezute pelo Conselho de Administração na manhã desta terça-feira, 4 de outubro. Assim, o presidente do Conselho de Administração da Fundação Ezute, Tarcísio Takashi Muta, passa agora a concentrar suas atividades exclusivamente na presidência do órgão, responsável pela estratégia de longo prazo, supervisão de atividades, valores, cultura e missão da organização. Um dos fundadores e até o dia de hoje o principal executivo da instituição constituída em 1997, Takashi vinha acumulando os cargos de Presidente do Conselho de Administração da Fundação e Diretor-Presidente da Fundação.

.: Leia também: TECNOLOGIA> Fundação Ezute desenvolve programa de absorção de tecnologia adotado no PROSUB

O chairman Takashi Muta acredita que a Fundação atingiu um patamar de relevância estratégica e de eficiência que torna imprescindível a implantação de uma divisão de responsabilidades na alta administração, para que a organização consiga ampliar suas capacitações e gerar conteúdos e ações em linha com os resultados que o país precisa.

corner_cenografia_ezute_laad_2015_stand_design_arquitetura_projeto_03-1280x665Sediada em São Paulo e criada há quase 20 anos com o objetivo de implementar a integração do projeto SIVAM (Sistema de Vigilância da Amazônia) para o Governo Federal, a Ezute tem, desde então,  desenvolvido uma série de projetos de tecnologia, inovação e gestão, voltados para melhorar a produtividade e a eficiência de organizações da administração pública e privada, tais como: Bilhete Único (Município de São Paulo); Siga Saúde (Município de São Paulo); Simulador de Treinamento da Santo Antônio Energia (Rondônia); Sistema de Outorga Eletrônica do DAEE (Estado de São Paulo); idealização do Sistema de Vigilância de Fronteiras (Governo Brasileiro); apoio à gestão para o Ministério do Esporte nas Olimpíadas RIO 2016;  SisGAAz – Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (Marinha do Brasil); PROSUB – Sistema De Combate (Marinha do Brasil); e MAN-SUP – Míssil (Marinha do Brasil).

“Nos últimos três anos, a Fundação Ezute tem passado por um amplo processo de reestruturação interna, com o objetivo de melhorar sua produtividade e ampliar a notoriedade da sua marca, fortalecendo a orientação e diversificando a prestação de serviços oferecida aos nossos clientes. Criamos a área de Inteligência de Mercado, a Diretoria de Marketing e Comunicação, instalamos o Conselho Consultivo Estratégico, e iniciamos um novo programa de Governança Corporativa, incluindo um novo Código de Conduta e a implementação da Gestão de Riscos Corporativos“, explica Takashi.

Atuando como membro do Conselho Consultivo Estratégico da Fundação Ezute desde maio deste ano, Eduardo Marson foi, entre 2009 e 2015, presidente da Helibras – Helicópteros do Brasil, única fabricante de helicópteros do hemisfério sul, e durante sua gestão a empresa foi responsável pelo maior programa de transferência de tecnologia do setor, o projeto H-XBR.

De 2003 a 2009, presidiu no Brasil o Grupo EADS (atual Airbus Group), tendo ocupado também a presidência do Conselho de Administração no país, além de participar do board de várias filiais. Atuou anteriormente por sete anos no setor de operações de helicópteros.

Nascido em São Paulo em 5 de agosto de 1963, cursou Ciência Política na Universidade de São Paulo (1981-84). Especializou-se em Comércio Internacional pela Funcex (1985) e Marketing Internacional pelo Instituto Mauá de Tecnologia (1986). Em 1988, concluiu o curso de extensão em Comércio Internacional pela Fundação Getúlio Vargas e, em 1993, o curso de Formação de Lideranças Políticas pela Escola de Governo de São Paulo.

SOBRE A EZUTE

A Fundação Ezute é uma fundação privada sem fins lucrativos que oferece soluções inovadoras, de tecnologia e gestão, para os desafios e problemas enfrentados por organizações públicas brasileiras. A Ezute contribui para a transformação destas organizações, apoiando a evolução de produtividade e de efetividade. Para isso oferece serviços de: formulação e planejamento; gestão de projetos complexos; engenharia de processos; engenharia de sistemas; e desenvolvimento de conhecimento. A Fundação aplica visão sistêmica e utiliza systems engineering no desenvolvimento de todos os seus projetos.  Colabora, assim, para melhorar a vida das pessoas e para o desenvolvimento e soberania do Brasil.

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

 

Leave A Reply