NEGÓCIOS> Rafale derrota Gripen em concorrência para equipar a Força Aérea da Índia

Fonte: Le Monde e Defense Aviation//

Os ministros da Defesa indiano e francês, Manohar Parrikar e Jean-Yves Le Drian, assinaram nesta sexta-feira, 23 de setembro, em Nova Deli, um acordo para a compra de 36 aviões de combate Rafale pela Índia construídos pela Dassault Aviation.

 .: Leia também: NEGÓCIOS> Gripen, F-18 e Rafale agora disputam mercado da Índia

O cronograma prevê que o primeiro avião será entregue em 2019 e todas as demais aeronaves em um prazo de até 30 meses. O valor do contrato não foi divulgado, mas, de acordo com uma fonte do governo hindu, a ordem de grandeza é de cerca de 8 bilhões de euros. O acordo também inclui uma seção sobre “offsets” – transferência de tecnologia e compensações industriais – cujo valor representa 50% do contrato.

.: Leia também: ÍNDIA> Veja os seis caças que concorreram na Força Aérea da Índia

Os Rafale irão cobrir um importante ponto na estratégia militar da Índia. O país tinha, em 2015, apenas 35 esquadrões de 18 aeronaves cada um, mas a estimativa para a defesa nacional é de que seria necessário pelo menos entre 41 e 45 esquadrões para enfrentar um possível conflito com o Paquistão e/ou China. “Precisamos de seis esquadrões de aeronave tipo Rafale”, declarou em outubro do ano passado o Chefe do Estado Maior da Aeronáutica indiana.

Na concorrência do governo indiano competiram com o Rafale  o Eurofighter  Typhoon, o Saab-Gripen NG, o Mikoyan Mig-35, o  Lockheed Martin F-16IN Super Viper e o Boeing F/A-18E/F Super Hornet.

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

 

Leave A Reply