ORÇAMENTO de 2018 prevê recursos para Corveta Tamandaré

O Projeto de Lei Orçamentária aprovado no Congresso prevê recursos para a capitalização da Emgepron para o início da construção da Corveta Tamandaré da Marinha do Brasil (MB). Pelo documento está previsto o recurso de R$ 1 bilhão. No entanto, o valor poderá ser remanejado ou cancelado por ser considerado reserva de contingência. (Veja o documento aqui)

.: Leia também: MARINHA envia chamada pública para projeto de Corvetas Classe Tamandaré

As corvetas da Classe Tamandaré são uma evolução da Corveta Barroso, incorporada a Marinha em 2008. Segundo previsão da MB, será necessário o investimento de cerca de US$ 1,8 bilhões para o projeto. A Marinha espera construir quatro corvetas de 2,7 mil toneladas com ampla carga digital, sistemas e armamento de última geração.

CORVETA TAMANDARÉ
Mais ampla, a V-35 Tamandaré terá espaço para receber os tubos de lançamento dos mísseis antinavio Mansup, brasileiros, da mesma classe dos Exocet MM-40/3, e os casulos de disparo vertical dos Sea Ceptor, antiaéreos, comprados da MBDA europeia. O desenho crítico das linhas do casco reduz a visibilidade nas telas do radar, dando à embarcação uma certa condição “stealth”, de furtividade. A bordo haverá acomodações para 136 pessoas – tripulantes, mergulhadores, fuzileiros, mais pilotos e mecânicos do helicóptero orgânico, provavelmente configurado para o combate antissubmarino.

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS SOBRE A CORVETA TAMANDARÉ:

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply