ORÇAMENTO> FAB enfrenta problemas para modernizar aeronaves

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança//

A Força Aérea Brasileira (FAB) enfrenta problemas para cumprir cronograma de modernização de suas aeronaves. Segundo a assessoria da FAB, a modernização do A-1 permanece em processo de negociação e ainda não tem perspectiva do fechamento do cronograma. “O cronograma inicial, o escopo total de aeronaves a serem modernizadas bem como o valor do contrato, encontram-se em processo de negociação, de maneira a se adequar à realidade orçamentária”.

.: Leia também: GOVERNO> Orçamento menor faz FAB cortar 60% da frota de aviões

O programa inicial previa a modernização de 43 aeronaves pela Embraer. No entanto, devido aos cortes no orçamento da FAB, somente três foram entregues até agora. O primeiro avião da frota da FAB foi recolhido em 2011 para ser modernizado.

MODERNIZAÇÃO

Com o processo de modernização, a aeronave A-1 contará com diversas melhorias. De acordo com a FAB, o painel da aeronave será totalmente redesenhado e ganhará uma área de aproximadamente 121 polegadas quadradas em displays de última geração, baseados na concepção “all glass cockpit”. “Os painéis são perfeitamente integrados à filosofia atual de interface homem-máquina ‘amigável’, reduzindo a carga de trabalho do piloto”, explica. Além disto, serão implementadas as capacidades de autodefesa, conceito HOTAS (“Hands-on Throttle And Stick”), radar multimodo e capacidade de realizar missões operacionais, em condições visuais, no período noturno (NVG).

AERONAVE

O AMX A-1 é um avião de ataque ar-superfície usado para missões de interdição, apoio aéreo aproximado e reconhecimento aéreo. Foi desenvolvido pelo consórcio internacional AMX Internacional. A aeronave é capaz de operar em altas velocidades subsônicas a baixa altitude, tanto de dia quanto de noite, e se necessário, a partir de bases pouco equipadas ou com pistas danificadas. O caça conta com relativamente baixa assinatura em infravermelho e reduzida secção frontal ao radar, para melhorar seu percentual de sucesso nas missões. A autodefesa é proporcionada por mísseis ar-ar, canhões integrados e sistemas de contramedidas eletrônicas.

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

Leave A Reply