PORTUGAL reserva 350 milhões de euros para aquisição do KC-390

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança//

Portugal vai investir 700 milhões de euros nas Forças Armadas do País, divulgou a imprensa local. Do montante, mais da metade, cerca de 350 milhões, será destinado para a aquisição do KC-390 da Embraer. O desenvolvimento do cargueiro brasileiro conta com a participação da empresa portuguesa OGMA. A aquisição do KC-390 ainda está em curso e o cargueiro é apontado como o mais provável sucessor do C-130 da Força Aérea Portuguesa.

.: Leia também: EMBRAER KC-390 faz demonstração na Argélia

Se confirmada, essa compra será o primeiro contrato internacional para a venda do KC-390. A Embraer une esforços para fechar a venda do avião, que está em fase final de certificação, com o primeiro cliente internacional ainda neste ano. O cargueiro conclui atualmente uma turnê internacional de demonstração para potenciais clientes. A aeronave já passou por Argélia, França, Nova Zelândia, Suécia e Namíbia. Até agora, a única encomenda certa é da Força Aérea Brasileira (FAB) para 28 aeronaves do modelo.

KC-390 E INDÚSTRIA PORTUGUESA
Portugal deu um salto de gigante na indústria aeronáutica ao produzir os componentes estruturais do avião militar desenvolvido pela Embraer. O maior projeto de construção de um avião militar em que Portugal participa — o novo birreator KC-390 — teve o seu primeiro marco histórico “real” no final de 2016. A OGMA é responsável pela construção de vários componentes da aeronave, incluindo a fuselagem central, com 10,5 metros de comprimento.

NOTÍCIAS RELACIONADAS: 

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply