PROSUB: Entenda como será a preparação da tropa dos novos submarinos da Marinha

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança//

A preparação das tropas para atuar nos novos submarinos da Marinha do Brasil (MB) construídos pelo Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub) contará com intercâmbio entre as Forças Navais de Brasil e França. Segundo a MB, alguns oficiais também passarão por treinamentos no Chile, já que a Marinha chilena também usa submarinos do modelo francês Scorpène contratado pelo Brasil. Pelo menos 40 submarinistas serão treinados para atuar no primeiro submarino construído no âmbito do PROSUB, o S-BR1, que será lançado no próximo ano. Veja como será a preparação das tropas.

.: Leia também: PROSUB: Submarino Riachuelo recebe módulo de armazenamento de torpedos

SUBMARINO NUCLEAR
Em 2012, foi criada o Centro de Instrução e Adestramento Nuclear em Aramar (CIANA), fruto das especificidades que o preparo do pessoal na área nuclear exige.Segundo a Marinha, três turmas, constituídas de Oficiais e Praças, estão se qualificando para a operação de reator nuclear.

SUBMARINO SCORPÈNE
Desde 2012, a Marinha do Brasil envia um oficial para o “Curso de Especialidad de Submarinos para Oficiales”, em Talcahuano – Chile. Além da cooperação com o Chile, o preparo das tropas do Prosub também conta com apoio da Marinha francesa. “A cooperação resultou na implementação de diversos cursos e estágios, como por exemplo, o curso de formação de Oficiais submarinistas da MB, na Marinha da França (MF); e o Estágio de Oficiais submarinistas da MB na ‘Escadrille dês Sous-Marins Nucléaires D’Attaque’ (ESNA) e nos órgãos de apoio logístico da MF”, explicou em nota a Força Naval.

“A criação de um programa de troca de informações entre a MB e a MNF, na área de capacitação e gestão de pessoal resultou, dentre outras medidas, no estabelecimento de um plano de recrutamento, voltado para a atividade em submarino, e na criação de um novo quadro para atender as necessidades futuras de submarinistas, em especial para o de propulsão nuclear”.

ESTÁGIOS DE TREINAMENTO
A preparação dos submarinistas para os novos submarinos convencionais do modelo “Scorpène” ocorrerá em duas fases: a primeira compreende uma capacitação preliminar e a segunda fase a capacitação específica do pessoal para a operação desta nova classe de submarino.

A capacitação preliminar tem por propósito submeter os militares submarinistas, designados para compor as tripulações dos novos submarinos, a um reforço acadêmico dos assuntos relativos a sistemas de operação e de controle de submarinos, bem como proporcionar-lhes treinamento prático em submarino, visando garantir a manutenção do nível de experiência que já possuem, na área de submarino. Esta capacitação está a cargo da MB e tem a duração de dez meses, com término previsto para maio do próximo ano.

A capacitação específica para a operação da nova classe de submarinos deve iniciar em junho de 2018 e será composta de curso teórico, instruções e práticas em simuladores e a bordo do submarino, atracado e no mar. Tem a duração de dez meses em terra e nove meses no mar e visa capacitar a tripulação para a operação do submarino, seus sistemas, subsistemas e equipamentos, em completa segurança. Nessa primeira capacitação, estarão presentes os futuros instrutores das tripulações dos demais submarinos da classe, num total de quatro oficiais e cinco praças.

ALOJAMENTO DAS TROPAS
Após o lançamento do Submarino “Riachuelo” em julho de 2018, a tripulação já iniciará parte do seu treinamento nas instalações do Centro de Instrução, sediado em Itaguaí-RJ. A previsão de conclusão da Base Naval, com todas as facilidades, é 2020.

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply