Raytheon e Leonardo desistem de parceria na concorrência do programa T-X

Fonte: ID&S//

A Raytheon Company e a Leonardo decidiram não prosseguir conjuntamente no programa de Treinamento Avançado de Pilotos da Força Aérea dos EUA, conhecido como T-X. A Raytheon fez o anúncio na quarta-feira, 25, em uma breve declaração afirmando que as “empresas não conseguiram chegar a um acordo de negócios que seja do melhor interesse da Força Aérea dos EUA”.

.: Leia também: Top 5 fornecedores no mercado global de mísseis lançados por submarinos

Pouco depois, a italiana Leonardo publicou que “está avaliando como alavancar as fortes capacidades e potencial do T-100, no melhor interesse da Força Aérea dos EUA“. Embora o porta-voz da Raytheon, B.J. Boling, tenha confirmado que a empresa não estará mais concorrendo no programa, a separação não exclui a Leonardo, que continua na competição do T-X com sua oferta de T-100. Leonardo já vendeu o M-346, no qual o T-100 é baseado, para Itália, Israel, Polônia e Cingapura.

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

Leave A Reply