RIO2016> Veja algumas ações de treinamento das Forças para os Jogos

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança//

Com a proximidade dos Jogos Olímpicos, as Forças Armadas têm intensificado os treinamentos das tropas. No Rio de Janeiro desde 15 de julho, os quase 22 mil militares da Marinha, Exército e Aeronáutica já fazem reconhecimento dos locais onde atuarão.

.: Leia também: RIO2016> Aeronaves do Exército fazem voo de reconhecimento no Rio

MARINHA

fuzileiros navais aterroA Marinha fez na terça-feira, 19, um exercício de desembarque de 90 fuzileiros navais no Aterro do Flamengo, na zona sul do Rio, simulando a necessidade de militares intervirem em um protesto violento, durante os Jogos Olímpicos. O exercício também contou com um helicóptero, que treinou a evacuação de feridos. A Marinha trabalhará em conjunto com a Polícia Militar e outros órgãos de segurança pública do Rio de Janeiro, sempre que a tropa for acionada em casos específicos, isto é, quando não forem suficientes os que estão em terra ou a pedido de autoridades. A partir do dia 24 deste mês a Marinha começará a atuar nas ruas do Rio como força de polícia para assegurar a segurança da cidade no período da Olimpíada e da Paralimpíada.

EXÉRCITO

20160719_barra_intra1Na segunda-feira, 17, as tropas do Comando de Defesa Setorial (CDS) Barra, sob responsabilidade da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), intensificaram as ações de patrulhamento motorizado e a pé em todo o entorno do Parque Olímpico na Barra da Tijuca, incluindo vias de acesso, terminais rodoviários e áreas de circulação de pessoas. Ainda na segunda, as forças de segurança fizeram o 3º Simulado da Operação de Segurança para a abertura da Olimpíada, no Estádio Jornalista Mario Filho, o Maracanã. O simulado contou com a participação de cerca de 2 mil agentes das policiais Federal, Rodoviária Federal, Militar, Força Nacional de Segurança Pública, Corpo de Bombeiros, Forças Armadas e da Companhia de Engenharia de Tráfego e da Guarda Municipal.

FAB

i1672014445653371Militares da FAB também reconheceram instalações do Aeroporto Internacional Tom Jobim e entorno, que estão ocupadas pelas tropas da Força Aérea. O objetivo foi colocar em prática o planejamento e as ações de resposta em um cenário crítico. Durante o treinamento, militares das Força Aérea Brasileira (FAB), Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMRJ) e Polícia Federal (PF) circulavam pelo saguão de embarque e desembarque e o acesso aos terminais do aeroporto fazendo policiamento ostensivo. Duas malas abandonadas foram encontradas no saguão do terminal 2. A situação real serviu para que os protocolos fossem colocados em prática pelos agentes de segurança. Cerca de 1.200 profissionais atuaram no treinamento. Da FAB, foram 350 militares envolvidos. E a partir do dia 24 de julho, a Aeronáutica contará com 500 militares atuando em cooperação ao serviço de segurança pública.

COMBATE AO TERRORISMO

i1671916411152308A estação de metrô do Maracanã, na zona norte do Rio de Janeiro (RJ), foi cenário de uma simulação de combate à ação terrorista na manhã desta terça-feira, 19. Militares das Forças Armadas que fazem parte do Comando Conjunto de Prevenção e Combate ao Terrorismo foram acionados para responder à situação, onde se simulou que um indivíduo invadiu a estação, atirou nos agentes de segurança do local e fez reféns dentro de um vagão de trem. A tropa acionada é formada por 50 militares das Forças Especiais, sendo 39 da Marinha do Brasil e 11 da FAB, do efetivo do Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (PARA-SAR). Além da área do Maracanã, que está sob responsabilidade desses militares, há outras três tropas de Forças Especiais distribuídas na Barra, em Copacabana e em Deodoro, que reúnem militares das três Forças.

 

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

Leave A Reply