RUSSA ROSTEC quer ampliar presença no Peru

Fonte: Rostec//

A Rostec, por meio de sua holding “Helicópteros da Rússia”, quer ampliar o nível de cooperação com o Peru, nação que opera atualmente a maior quantidade de helicópteros russos em toda a América Latina. A companhia contará inclusive com representante oficial no país sul-americano para atender toda a demanda. A estatal russa anunciou a criação de um sistema ágil, dinâmico e integrado de informações que permitirá reforçar o controle da qualidade técnica de helicópteros e componentes de aviação fornecidos ao Peru, incluindo consultas sobre o manuseio e vida útil das aeronaves.

.: Leia também:  Rússia vai começar a exportar helicópteros Ka-52 em 2017

Segundo a empresa, o executivo que será deslocado para o Peru estará encarregado de coordenar as atividades da fabricante de aeronaves no país, além de fiscalizar e assegurar que a manutenção e troca de partes e peças correspondam com as originais, evitando assim a utilização de componentes falsificados. A ação também prevê identificar a origem desses produtos adulterados.

“A Rostec está, de fato, cimentando o caminho para a criação de um sistema integrado que permitirá o controle do ciclo de vida de seus produtos de aviação presentes no Peru. A designação de um representante oficial ao país representa não apenas um passo relevante para a criação do sistema, mas também simboliza o aumento na eficácia operacional da companhia em nível global, assim como o crescimento dos volumes de exportação de componentes”, afirma Anatoli Serdiukov, diretor industrial do cluster de aviação da Corporação Rostec. “Consideramos que estas soluções, já presentes na estratégia de desenvolvimento da empresa, permitirão aumentar os ganhos totais de serviço pós-venda em 2,5 vezes”, acrescenta o executivo.

.: Leia também: China doa US$ 7 milhões em equipamentos para Forças Armadas do Peru

O representante oficial da “Helicópteros da Rússia” no Peru estará ainda encarregado de: prestar apoio aos consultores da Rostec em diversas áreas; manter o canal aberto de contato com autoridades na esfera de aviação do país sul-americano; e implementar medidas instantâneas e idôneas para responder qualquer eventualidade ou assuntos relativos à exploração da técnica russa de produção de helicópteros. O papel do executivo se soma ao de outros quatro integrantes da Corporação Rostec que já operam no Peru. A holding “Helicópteros da Rússia” está legalmente autorizada a realizar ações independentes para promoção, venda e fornecimento da técnica de aviação civil, além da realização de serviços de manutenção e pós-venda. Paralelamente, a Rosoboronexport – braço exportador de produtos militares da Rostec – segue como a única fornecedora oficial de produtos militares e de multiuso produzidos em toda a Rússia.

No geral, o conglomerado de aviação russo possui como objetivo manter e elevar sua presença na esfera mundial de construção de helicópteros por meio da venda ao mercado internacional dos modelos Ansat, Ka-226T, Ka-62 e Mi-38, entre outros, além da criação de novos protótipos e modernização dos helicópteros atuais. A estratégia prevê o crescimento conjunto de 11,9% ao ano das holdings e organizações que compõem o cluster de aviação durante o período 2015-2025.

SOBRE A ROSTEC
A Corporação Rostec foi fundada em 2007 para apoiar a pesquisa, o desenvolvimento, a fabricação e a exportação de produtos industriais de alta tecnologia para o uso civil e militar. É um conglomerado estatal da Federação da Rússia que detém aproximadamente 700 empresas, incluindo 11 holdings que formam o complexo militar-industrial e três grupos empresariais que atuam na indústria civil. Conta ainda com o controle direto de 80 companhias e marcas de renome mundial em seu portfólio, como a AVTOVAZ, KAMAZ, Consórcio Kalashnikov, Helicópteros da Rússia, VSMPO-AVISMA e Uralvagonzavod entre outras. A companhia está presente em 60 entidades constituintes da Rússia e exporta sua produção para mais de 70 nações. A receita da Rostec em 2016 foi superior a 1,266 trilhão de rublos, enquanto o lucro líquido consolidado totalizou 88 bilhões de rublos. O Ebitda atingiu 268 bilhões de rublos. De acordo com a estratégia da Rostec, a tarefa principal da companhia é garantir o domínio tecnológico da Rússia no mercado global de alta competitividade. Entre as metas-chave da empresa, destaque para a integração entre as novidades tecnológicas e a digitalização da economia da Rússia.

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply