SAAB quer vender navios para o Brasil

Depois de garantir a venda dos novos caças da Força Aérea Brasileira (FAB), a sueca Saab mira agora na Marinha para ampliar sua participação no mercado de defesa brasileiro. Segundo informações publicadas no jornal Valor Econômico desta segunda-feira (27), a empresa pretende vender de quatro a 20 embarcações para o Brasil nos próximos anos dentro do programa de novas Corvetas Classe Tamandaré e aquisição de navios caça-minas da Marinha brasileira.

.: Leia também: MARINHA vai investir US$ 1,8 bi nas novas Corvetas Classe Tamandaré

“É igualzinho ao modelo do Gripen, para por em marcha a produção no Brasil da próxima geração de navios caça-minas, com transferência de tecnologia de ponta, material compósito para o Brasil”, disse o presidente de Saab Kochums, Gunnar Wieslander, em entrevista ao Valor.

CORVETAS TAMANDARÉ
Apesar das corvetas brasileiras serem maiores que as suecas, a Saab garante que não haverá grandes dificuldades para adaptar a produção. Além da sueca, empresas de Alemanha, França, Reino Unido, Coreia do Sul, Cingapura e China miram no projeto brasileiro. A Saab acredita que a porta aberta pela aquisição dos seus caças Gripen vai facilitar as negociações com o Brasil para o mercado naval. A empresa também já está oferecendo suas fragatas, já que as brasileiras estão envelhecidas e serão aposentadas nos próximos anos.

Fonte: Indústria de Defesa & Segurança   

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

 

   

Leave A Reply