SAFRAN firma acordo com Cimatec e estuda implantar fábrica na Bahia

Fonte: A Tarde//

O Senai Cimatec da Bahia firmou acordo de cooperação com o grupo francês Safran, para o desenvolvimento de gestão de ferramentaria na área aeronáutica, com uso de chips fornecidos pela instituição baiana. O grupo francês aumentará o rol de parceiros do Cimatec e sinaliza a possibilidade de negócios futuros, a exemplo da implantação de uma fábrica de eletrônicos no estado.

.: Leia também: SAFRAN quer vender Turbomeca Africa

O grupo Safran tem sede em Paris e atua nos ramos de defesa, motores, equipamentos e comunicação, tendo surgido da fusão das empresa Snecma e Sagem. Presente no Brasil há mais de 40 anos, o grupo é parceiro da Embraer na área de aviação comercial e militar e fornece sobretudo inversores de impulso, gravadores de dados de voo, sistemas de ventilação e cabeamento para o fabricante brasileiro.

Desde a década de 70, o Safran fornece os motores que equipam os helicópteros Ecureuil, Panther e Super Puma das Forças Armadas Brasileiras. O Grupo também atende operadores de helicópteros no âmbito civil: mais de 60% da frota de táxis aéreos da Helisul, uma das maiores empresas do setor, tem motores da companhia francesa, que possui quatro unidades no Brasil, gerando 200 empregos diretos.

VISITA A SALVADOR
Para o superintendente de Promoção do Investimento da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Paulo Guimarães, “o acordo da Safran com o Cimatec reforça as possibilidades de atrair a unidade fabril para a Bahia”, como frisou o gestor, que participou do ato de assinatura do acordo de cooperação, na última sexta-feira, no Rio de Janeiro. Guimarães ainda antecipou que o CEO da Safran, Philippe Petitcolin, deve visitar Salvador “nas próximas semanas” para conhecer melhor as condições oferecidas pelo estado.

Ainda no evento no Rio de Janeiro, Guimarães reforçou os argumentos sobre as oportunidades de negócios na Bahia. “A Safran gostou do que foi apresentado”, assegura. O diretor de Marketing, Vendas & Suporte de Clientes da Safran, Luís Carlos Cravo, comentou que foram identificadas muitas “oportunidades de trabalho em conjunto. O próximo passo é a visita da nossa diretoria de operações ao Senai Cimatec para priorização de projetos para iniciar o intercâmbio de dados e informações”.

AVIAÇÃO
Com o projeto do Senai Cimatec Industrial, já em construção no Polo de Camaçari, a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) pretente ampliar parcerias com empresas do setor de aviação. “A ideia é que o complexo de alta tecnologia conte até mesmo com pistas de testes para aviões”, contribuindo para que o estado atraia operações das grandes empresas do setor, como um centro de conexões de voos (hub).

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply