EUA: Trump cria política nacional para garantir uma Marinha com 355 navios

Alcançar uma Marinha de 355 navios agora é política nacional dos Estados Unidos, mas o objetivo ainda está muito distante. Quando o presidente Trump assinou na última quarta (13) o Ato de Autorização de Defesa Nacional de 2018, ele incluiu uma provisão patrocinada pelo presidente do Subcomitê do Senado Senador, Roger Wicker, e o representante da Câmara, Rep. Rob Wittman, que pede que o país construa até 355 navios “o mais rápido possível”.

.: Leia também: Marinha dos EUA ambiciona ampliar frota para 355 navios

A provisão está subordinada às dotações necessárias, o que significa que é qualquer coisa, exceto uma aposta segura. “Com a sua assinatura, o presidente Trump confirmou a determinação dos Estados Unidos de atender às crescentes necessidades da Marinha dos EUA”, disse Wicker em comunicado. “Construir a frota da nação é essencial para proteger a segurança nacional e projetar o poder americano em todo o mundo”.

“Estamos pedindo muito poucos navios para fazer muitas coisas, e hoje o presidente deu um passo importante para corrigir esse problema”. A chamada Lei de NAVIOS não bloqueia qualquer dinheiro ou estabelece uma linha de tempo específica, mas é mais uma sinalização da intenção do Congresso de trabalhar com esse objetivo. A provisão foi parte das promessas de campanha de Trump.

O secretário de Defesa, James Mattis, testemunhou no início de 2017 que levaria 3% a 5% de crescimento do orçamento sobre a inflação para apoiar esse tipo de programa. Um relatório recente do influente analista de orçamento Todd Harrison com o Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais levantou dúvidas sobre se a Marinha poderia suportar os gastos de manutenção de 355 navios, já que está lutando com os gastos por seus 277 navios atuais. O relatório mostrou que, entre o ano de 1987 e 1997, o número de navios diminuiu 40% e o orçamento caiu cerca de 35%. Entre 1997 e 2015, o tamanho da frota diminuiu 20%, mas o orçamento básico cresceu quase 50%.

Fonte: Defense News

VEJA TAMBÉM EM

53245_6

Leave A Reply